Empresas Conheça o e-mail enviado pelo CEO da Sonae SR aos trabalhadores

Conheça o e-mail enviado pelo CEO da Sonae SR aos trabalhadores

Miguel Mota Freitas, CEO da Sonae SR, “sub-holding” do grupo Sonae dedicada ao retalho especializado, garante que a nova empresa resultante da fusão com a JD Sports será “capaz de liderar o sector de retalho de desporto na Ibéria”, num e-mail enviado aos trabalhadores.
Conheça o e-mail enviado pelo CEO da Sonae SR aos trabalhadores
Miguel Mota Freitas, CEO da Sonae SR, prometer fazer da empresa resultante da fusão com a JD Sports "o melhor retalhista de desporto na Ibéria".
Rui Neves 09 de março de 2017 às 13:27

Os colaboradores da Sonae SR, "sub-holding" do grupo Sonae para o retalho especializado, encontraram esta manhã, dia 9 de Março, na sua caixa de correio electrónica, uma comunicação do CEO da empresa, onde Miguel Mota Freitas convida-os a assistir a "uma breve mensagem vídeo" a explicar a fusão da Sport Zone com a britânica JD Sports.

O Negócios teve acesso a esse e-mail. A ler, na íntegra:

"No seguimento da comunicação efectuada ao mercado pela Sonae, na qual damos conta de que acabámos de formalizar um princípio de acordo de parceria com o Grupo JD e a JD Sprinter, para a criação de uma nova empresa ibérica, capaz de liderar o sector de retalho de desporto na Ibéria, convido-vos a assistir a uma breve mensagem vídeo, na qual são explicados os contornos desta parceria.

Hoje inicia-se um processo que ainda será longo e complexo, no entanto, quero que saibam que, tanto eu como toda a restante Equipa de Gestão da Sport Zone, estaremos disponíveis para esclarecer eventuais questões que vos possam surgir. Sei que vamos agarrar esta oportunidade com a energia e entusiasmo que tantos nos caracterizam e fazer desta nova empresa o melhor retalhista de desporto na Ibéria."


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub