Start-ups Conselho de Ministros aprova fundo de 200 milhões para apoiar PME e start-ups

Conselho de Ministros aprova fundo de 200 milhões para apoiar PME e start-ups

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira um fundo de 200 milhões de euros para apoiar pequenas empresas, incluindo as start-up, na fase de arranque e crescimento e atrair investimento estrangeiro para Portugal.
Conselho de Ministros aprova fundo de 200 milhões para apoiar PME e start-ups
Lusa 24 de agosto de 2017 às 15:46

O Fundo co-investimento 200M destina-se a apoiar operações de investimento de capital e quase capital em Pequenas e Médias Empresas (PME), em regime de co-investimento com os privados.

"O que pretendemos com este fundo é permitir às empresas que consigam crescer, não fiquem apenas nas fases iniciais", explicou o ministro da economia, Caldeira Cabral, no briefing sobre a reunião do Conselho de Ministros.


O governante adiantou ainda que a intenção do Governo é atrair investimento estrangeiro, investidores estrangeiros qualificados, que tragam investimento e conhecimento na área tecnológica.


"Este investimento insere-se já na preparação da nova [edição] do Web Summit, para este ano [em Novembro em Lisboa], onde pensamos que este investimento vai ser muito importante para entusiasmar ainda mais os investidores a virem para Portugal", acrescentou Caldeira Cabral.


Este novo fundo tinha sido anunciado na sequência da última Web Summit, segundo o comunicado do Conselho de Ministros. No mesmo documento, o executivo explica que o novo fundo pretende "fomentar" a constituição ou a capitalização de empresas, "prioritariamente na fase de arranque", e promover o incremento da actividade de capital de risco em Portugal.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros Há 3 semanas

Este governo de esquerda nem consegue governar com tanto incêndio...só admira como é que ainda não pegou fogo também...o bombeiro Marcelo não deixa !...

pub
pub
pub
pub