Conselho de Administração da Caixa de Crédito Agrícola suspenso pelo Banco de Portugal (act)
10 Abril 2002, 18:15 por Nuno Carregueiro | nc@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
O Conselho de Administração da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo (CCAM), que controla 23% do CBI, foi suspenso pelo Banco de Portugal, passando a administração do banco a ser assegurada pelos membros do Conselho de Gestão.
O Conselho de Administração da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo (CCAM), que controla 23% do CBI, foi suspenso pelo Banco de Portugal, passando a administração do banco a ser assegurada pelos membros do Conselho de Gestão.

Segundo um comunicado da instituição financeira, pela deliberação do Banco de Portugal de 9 de Abril, «o CA da Caixa Central-CaixaCentral de Crédito Agrícola Mútuo foi suspenso, passando a administração a ser assegurada pelos actuais membros do Conselho de Gestão, que foram nomeados administradores provisórios».

José Lemos, administrador do Central Banco de Investimento, é o presidente do Conselho de Gestão da CCCAM, pelo que passa agora provisioriamente a comandar os destinos da instituição bancária. A CCCAM controla 23% do CBI.

Diamantino Diogo era o presidente do Conselho de Administração da CCCAM que foi hoje suspenso por determinação do Banco de Portugal.

O comunicado não esclarece as razões da suspensão da administração da CCCAM.

Segundo a imprensa, Tavares Moreira, presidente do CA CBI, pediu recentemente a demissão de administrador da CCCAM.

Enviar por email
Reportar erro
0