Comércio Consumo de cerveja aumenta 10% no primeiro semestre

Consumo de cerveja aumenta 10% no primeiro semestre

No último ano, cerca de três milhões de lares consumiram cerveja em casa, o que representa 76% deste universo em Portugal, sendo que o número de visitas às lojas aumentou 11% neste período
Consumo de cerveja aumenta 10% no primeiro semestre
Bloomberg
Lusa 01 de agosto de 2017 às 16:53

O consumo de cerveja em Portugal no primeiro semestre aumentou 10% em termos homólogos, o que a manter-se este ritmo levará 2017 a ser "o ano com os maiores crescimentos da última década", divulgou hoje a Nielsen.

 

O Dia Internacional da Cerveja comemora-se no próximo dia 4 de agosto e a Nielsen aponta que o consumo desta bebida está em crescimento no mercado português.

 

"De acordo com os dados relativos ao primeiro semestre de 2017, este está a revelar-se um ano bastante positivo para a categoria de cervejas", refere Tiago Aranha, director de desenvolvimento ('development manager') da Nielsen, citado em comunicado.

 

"A manter-se este ritmo, 2017 será o ano com os maiores crescimentos da última década, apresentando um aumento em volume de 10% face ao primeiro semestre do ano anterior, com ambos os canais INCIM [cafés + snacks + restaurantes + bares + hotéis] e retalho [supermercados + hipermercados] a registarem incrementos a dois dígitos", acrescentou o responsável.

 

No último ano, cerca de três milhões de lares consumiram cerveja em casa, o que representa 76% deste universo em Portugal, sendo que o número de visitas às lojas aumentou 11% neste período, "sendo este o principal 'driver' [motor] do crescimento do consumo de cerveja" no lar, refere a Nielsen.

 

Depois de um período de quebra de consumo nos últimos anos, "a penetração de cerveja nos lares recupera em 2017, com aumentos significativos de frequência e de quantidade de consumo", adianta.

 

A "recuperação da conjuntura económica, o aumento do número de consumidores e as condições climatéricas favoráveis são três factores-chave para que este crescimento se continue a verificar até ao final do ano", acrescenta Tiago Aranha.

 

A cerveja é consumida maioritariamente por indivíduos entre os 26 e 45 anos, nomeadamente do sexo masculino, embora, segundo a Nielsen, "seja evidente um aumento do consumo de cerveja entre as mulheres".

 

As áreas da Grande Lisboa e do Litoral Norte são as que registam maior consumo de cerveja.

 

Entre as barreiras ao seu consumo, destaque para a sazonalidade, "uma vez que quase metade dos volumes vendidos desta categoria acontecem nos meses de verão".

 

Por isso, "é importante encontrar formas de potenciar o consumo fora desta altura do ano, de forma a conquistar mais consumidores regulares e a aumentar a frequência de compra", aponta Tiago Aranha.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
bucks 01.08.2017

É verão.

Saber mais e Alertas
pub