Energia Consumo de combustíveis em Portugal sobe 1,4% em 2016

Consumo de combustíveis em Portugal sobe 1,4% em 2016

Foram consumidos em 2016 mais de 7,8 milhões de toneladas de combustíveis, dos quais cerca de 4,7 milhões de toneladas dizem respeito ao consumo do gasóleo.
Consumo de combustíveis em Portugal sobe 1,4% em 2016
Bloomberg
Lusa 30 de janeiro de 2017 às 18:59
O consumo de combustíveis em Portugal aumentou 1,4% em 2016 face ao ano anterior, impulsionado pelo aumento da procura na aviação, enquanto gasóleo e gasolina registaram quedas, divulgou hoje a Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis (ENMC).

Em Dezembro de 2016, o consumo de combustíveis (gasolina, gasóleo, para aviões e outros) diminuiu 0,7% face ao mês homólogo de 2015. No entanto, se se comparar o conjunto do ano passado com 2015, o consumo aumentou 1,4%.

"Analisando individualmente cada produto, o 'Jet' [combustíveis para aviação] foi o único combustível a registar um aumento percentual, entre Dezembro de 2016 e Dezembro de 2015, de 17%. A gasolina e o gasóleo registaram uma diminuição de 6,4% e 3,2%, respectivamente. A categoria 'outros' registou igualmente uma descida de 3,8% face ao mesmo período", adianta a ENMC.

De acordo com os dados publicados pela ENMC, foram consumidos em 2016 mais de 7,8 milhões de toneladas de combustíveis, dos quais cerca de 4,7 milhões de toneladas dizem respeito ao consumo do gasóleo, cerca de um milhão ao consumo de gasolina, 1,2 milhões ao consumo de 'jet' e 800 mil ao consumo de outros combustíveis.

No ano anterior, o consumo de combustíveis superou 7,7 milhões de toneladas: cerca de 4,7 milhões de toneladas de gasóleo, 1,1 milhões de toneladas de 'jet', um milhão de toneladas no consumo de gasolina e cerca de 790 mil toneladas consumidas de outros combustíveis.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
bandido Há 3 semanas

Entao e assim:maior consumo,menos gasto,estao armazemar para a crise que se avizinha.Parece uma advinha carregada de vicos.Os tx aereos fartaram-se de viajar de borla,gente com sorte.

Anónimo Há 3 semanas

https://goo.gl/forms/DnG6Q17DK3afPW2w2

Obrigado!

pub