Empresas Continental Mabor investe 13,7 milhões e cria mais 45 empregos

Continental Mabor investe 13,7 milhões e cria mais 45 empregos

A multinacional alemã de pneus, que está a investir 150 milhões de euros na fábrica de Famalicão, criando mais duas centenas de postos de trabalho, vai avançar com um novo investimento de 13,7 milhões, que irá permitir gerar mais 45 empregos.
Continental Mabor investe 13,7 milhões e cria mais 45 empregos
A Continental Mabor, que é liderada por Pedro Carreira, emprega actualmente mais de 1.900 pessoas no complexo industrial de Lousado, Famalicão.
Rui Neves 27 de julho de 2017 às 13:00

A Continental Mabor, quarta maior exportadora portuguesa, não pára de investir na sua fábrica de Lousado, Famalicão.

 

Depois de em Abril passado ter anunciado que iria investir 150 milhões de euros até ao final do próximo ano, na expansão da sua actual unidade de produção de pneus ligeiros e na construção de uma fábrica de pneus agrícolas, com a criação de mais duas centenas de novos postos de trabalho, eis que a Continental Mabor vai avançar com um novo investimento.

"Este novo projecto, com um valor aproximado de 13,7 milhões de euros, tem uma duração estimada de 22 meses e irá contribuir para a criação de 45 novos postos de trabalho directos e cerca de 50 indirectos, até à sua conclusão", revelou o presidente da empresa ao Negócios.

O novo investimento, que irá ser financiado "com base em capitais próprios", sublinhou Pedro Carreira, visa a expansão da área fabril e de armazém, assim como a aquisição de tecnologia para reforço da capacidade produtiva.

A empresa irá construir uma nova nave de armazenamento de produto acabado, com cerca de 27 mil metros quadrados, e ampliar o edifício fabril, nas áreas de preparação, construção e inspecção final dos pneus, acrescentado mais cerca de 7.500 metros quadrados às actuais instalações industriais.

Ainda de acordo com o presidente da Continental Mabor, o novo investimento também incorpora a aquisição de máquinas e equipamentos, que irão permitir "a incorporação de tecnologias inovadoras, que se revelam imprescindíveis para dotar a empresa da capacidade produtiva necessária ao fabrico de pneus".

"A Continental Mabor é, por definição, uma fábrica virada para a exportação, pois o mercado nacional é muito pequeno para absorver todo o volume de produção", pelo que este "projecto de investimento fortalece o seu carácter exportador, na medida em que o destino dos seus produtos vai continuar a ser o mercado externo", enfatizou Pedro Carreira.

 

Para o presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, que saudou efusivamente este novo investimento, "a visão de ambição com que a Continental Mabor encara o futuro é inspiradora para o país".

 

Com mais de 1.900 trabalhadores, o complexo industrial de Famalicão da multinacional alemã Continental fechou o exercício de 2016 com lucros de 225,8 milhões de euros e vendas de 830,9 milhões de euros, dos quais 98% corresponderam a exportações para um total de 64 países. 


(Notícia actualizada às 13:27)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub