Indústria Continental investiu 50 milhões para produzir pneus agrícolas em Famalicão

Continental investiu 50 milhões para produzir pneus agrícolas em Famalicão

A quarta maior exportadora portuguesa, que tem em curso um investimento de 114 milhões de euros no seu complexo industrial de Famalicão, inaugurou esta terça-feira as novas instalações fabris para a produção de pneus radiais agrícolas.
Continental investiu 50 milhões para produzir pneus agrícolas em Famalicão
A inauguração das novas instalações fabris da Continental Mabor para a produção de pneus agrícolas contou com a presença do ministro português da Economia.
Bloomberg
Rui Neves 05 de setembro de 2017 às 18:31

A multinacional alemã Continental escolheu a sua fábrica de Famalicão para regressar à produção de pneus radiais agrícolas, num investimento da ordem dos 50 milhões de euros.

A inauguração da nova unidade industrial da Continental Mabor aconteceu esta terça-feira, 5 de Setembro, com uma previsão de produção, até ao final do ano, de cerca de cinco mil pneus, de 12 medidas diferentes, e a criação de duas centenas de postos de trabalho até 2020.

Presente no acto de inauguração, o ministro da Economia enalteceu a escolha da Continental Mabor para este novo investimento. "É extraordinariamente importante verificar que esta empresa está não só a reforçar a sua produção, e produzir e exportar mais, mas a entrar em toda uma nova área de mercado e que decidiu, escolhendo entre as 20 fábricas que tem pelo mundo, a fábrica de Portugal como a que se apresentava com melhores padrões de qualidade, melhores resposta por parte dos trabalhadores e maior flexibilidade", sublinhou Caldeira Cabral.

Nikolai Setzer, administrador da Continental AG, confirmou que a Continental Mabor foi a escolhida para a reentrada da multinacional neste segmento de pneus agrícolas, "após a análise às várias fábricas do grupo Continental, devido às excelentes infra-estruturas e ao empenho individual dos seus colaboradores", frisou.

Adjacente à nova unidade produtiva, foi construído um centro de testes "onde a equipa de I&D local, em estreita colaboração com a equipa de Hanôver, irá testar a qualidade dos pneus produzidos e irá trabalhar na optimização e futuro desenvolvimento de produtos agrícolas", revelou Pedro Carreira, presidente da Continental Mabor.

A fábrica de pneus da Continental em Famalicão tem ainda em curso um investimento na ordem dos 100 milhões de euros na expansão da sua actual unidade de produção de pneus ligeiros, a que acresce cerca de 13,7 milhões na construção de uma nova nave de armazenamento de produto acabado, com cerca de 27 mil metros quadrados, e na ampliação do edifício fabril, nas áreas de preparação, construção e inspecção final dos pneus, acrescentado mais cerca de 7.500 metros quadrados às actuais instalações industriais.

Com quase dois mil trabalhadores, a Continental Mabor fechou o último exercício com lucros de 225,8 milhões de euros e vendas de 830,9 milhões de euros, dos quais 98% corresponderam a exportações para um total de 64 países.



(Notícia actualizada às 19:00)




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

garantifogarantido, mesmo para as viaturas electricas. Um exemplo para a Autoeuropa.

pub
pub
pub
pub