Indústria Corticeira Amorim compra 70% da sueca Elfverson por 5,5 milhões de euros

Corticeira Amorim compra 70% da sueca Elfverson por 5,5 milhões de euros

A Corticeira Amorim adquiriu 70% do capital social da Elfverson por 5,5 milhões de euros. Relativamente ao remanescente, há "uma opção de venda por parte da vendedora (a sociedade sueca Vätterledens Invest AB) e uma opção de compra por parte da Amorim Bartop exercíveis a partir de 2020”.
Corticeira Amorim compra 70% da sueca Elfverson por 5,5 milhões de euros
DR
Ana Laranjeiro 10 de janeiro de 2018 às 07:59

A Corticeira Amorim adquiriu 70% do capital social da empresa sueca Elfverson, que produz tops de madeira de alta qualidade para rolhas capsuladas e que é detida, desde a década de 1990 pela Vätterledens Invest AB. No âmbito desta operação, a empresa portuguesa pagou 5,5 milhões de euros, de acordo com a informação presente no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"A Corticeira Amorim, através da sua participada Amorim Bartop – Investimentos e Participações, S.A. - que integra a Unidade de Negócios (UN) Rolhas, desenvolvendo e produzindo rolhas capsuladas para o segmento de bebidas espirituosas - celebrou um acordo para a aquisição da sociedade ELFVERSON & Co AB, com sede em Påryd, Suécia", pode ler-se no comunicado.

"Nos termos do acordo celebrado, são adquiridos 70% do capital social da ELFVERSON & Co AB, pelo montante de cerca de 5,5 milhões de euros", é ainda referido.

Os 30% da empresa sueca que não foram adquiridos pela empresa portuguesa de cortiça poderão passar, ainda assim, para a Corticeira Amorim a partir de 2020. "Sobre os restantes 30% recai uma opção de venda por parte da vendedora (a sociedade sueca Vätterledens Invest AB) e uma opção de compra por parte da Amorim Bartop – Investimentos e Participações, S.A., exercíveis a partir de 2020, por um preço que, tendo por base o valor já pago pelos primeiros 70%, dependerá ainda da evolução da performance da Elfverson & Co AB nos próximos anos".

No exercício de 2017, a Elfverson – cujas rolhas capsuladas (bartops) são usadas pelos "grandes grupos da indústria de bebidas espirituosas" – registou um volume de negócios de cerca de 4,8 milhões de euros, segundo a informação presente na CMVM.

"Através desta operação, a UN Rolhas adquire uma participação relevante numa empresa com um portefólio de produtos premium e uma carteira de clientes de relevo que pretende desenvolver, reforçando também as fontes de abastecimento de tops de madeira de reconhecida qualidade, o que permitirá acompanhar o crescimento das necessidades dos seus clientes no segmento das rolhas capsuladas", pode ler-se ainda no comunicado.

Numa nota do Caixa BI, a que o Negócios teve acesso, o analista Carlos Jesus sublinha que a Corticeira Amorim "adquire uma participação relevante numa empresa com um portefólio de produtos premium e uma carteira de clientes de relevo que
pretende desenvolver, reforçando também as fontes de abastecimento de tops de madeira de reconhecida qualidade, o que permitirá acompanhar o crescimento das necessidades dos seus clientes no segmento das rolhas capsuladas".

"Salienta-se ainda que a Corticeira Amorim apresenta uma sólida situação financeira, o que permite alavancar o seu crescimento", acrescenta ainda o CaixaBI.

(Notícia actualizada às 09:54 com comentário do CaixaBI)




pub