Transportes CP vai alugar mais material circulante

CP vai alugar mais material circulante

O presidente da CP reafirmou que no primeiro trimestre de 2018 será aberto concurso público internacional para aquisição de “um conjunto significativo de unidades”, as quais chegarão apenas em 2021 ou 2022. Até lá, disse, a empresa terá de reforçar o material alugado.
CP vai alugar mais material circulante
Bruno Simão
Maria João Babo 10 de outubro de 2017 às 17:53

O presidente da CP, Carlos Gomes Nogueira, adiantou esta terça-feira no Parlamento que a empresa vai ter de reforçar o aluguer de material circulante já que só em 2011 ou 2022 terá novo material.

O responsável salientou que o plano de aquisição de material circulante, uma das prioridades que assumiu, "é um investimento pesado ", mas garantiu "que será aberto concurso internacional para aquisição de um conjunto significativo de unidades".

No entanto, frisou, "abrindo concurso internacional no primeiro trimestre do próximo ano, o material só poderá ser entregue três anos depois", ou seja, "teremos novo material circulante em 2021 ou 2022".

Até lá, disse Carlos Gomes Nogueira, a CP viverá com "uma grande entrega da EMEF para reparação, requalificação e modernização do material circulante existente", admitindo ainda o reforço do material alugado. 

"Presentemente a CP tem material alugado à Renfe, 20 automotoras e carruagens para o Sud Express. Está previsto reforçarmos esse aluguer em mais quatro unidades no próximo ano, para guarnecer a linha do oeste e outras linhas regionais", afirmou.

"Temos de reforçar a componente de aluguer porque só vamos ter material nesse prazo", disse ainda, adiantando que o grupo tem "falado com fornecedores – chineses, canadianos, alemães, franceses, espanhóis, suíços".

O responsável disse ainda que além do investimento no material circulante a sua administração está também a trabalhar no recrutamento, adiantando que terá "dentro de dias mais uma autorização para recrutamento de 24 trabalhadores, entre maquinistas e revisores".

Relativamente ao programa de remodelação da "meia vida" dos comboios Alfa, o responsável disse que dois já estão em circulação e a terceira unidade sairá este ano, seguindo-se mais quatro unidades em 2018 e as restantes três em 2019, realçando o investimento de dois milhões.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub