Credores pedem insolvência da Sá da Costa
19 Fevereiro 2010, 00:01 por Lúcia Crespo | lcrespo@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
A Fundação Agostinho Fernandes apresenta, no seu "portfolio", a Livraria Sá da Costa. Há mais de um ano. E a própria livraria assume-se como sendo do grupo. Mas, até à data, nenhum documento prova qualquer aquisição. "Há um contrato de promessa de compra. Vamos comprar", afirma, ao Negócios, João Ferreira, assessor da Fundação.
A Fundação Agostinho Fernandes apresenta, no seu "portfolio", a Livraria Sá da Costa. Há mais de um ano. E a própria livraria assume-se como sendo do grupo. Mas, até à data, nenhum documento prova qualquer aquisição. "Há um contrato de promessa de compra. Vamos comprar", afirma, ao Negócios, João Ferreira, assessor da Fundação.

A Livraria Sá da Costa, que continua detida, em grande parte, pela família Sá da Costa, foi objecto de um pedido de insolvência, em Janeiro deste ano, um requerimento efectuado pela editora e distribuidora Dislivro e que envolve um valor reclamado por vários credores de meio milhão de euros.

logo_empresas

Enviar por email
Reportar erro
0