Automóvel Crescimento de vendas de carros acelera em Julho

Crescimento de vendas de carros acelera em Julho

O mercado automóvel em Portugal continua a crescer, acelerando o ritmo de aumento que se tem verificado.
Crescimento de vendas de carros acelera em Julho
Bruno Simão
Sara Antunes 02 de agosto de 2017 às 17:11

Entre Janeiro e Julho foram vendidos mais de 169 mil veículos em Portugal, o que corresponde a um aumento de 8,3% face ao ano passado, revelam os dados divulgados esta quarta-feira, 2 de Agosto pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP). Nos primeiros seis meses do ano, o aumento tinha sido de 7,8%.

 

Já isolando o mês de Julho, foram vendidos 21.060 veículos, mais 12,2% do que há um ano.

 

A contribuir para esta evolução estiveram todos os segmentos, com o mercado de ligeiros a crescer 8,3% nos primeiros sete meses do ano, enquanto o mercado de pesados aumentou 7,8%.

 

No que respeita às vendas de veículos ligeiros de passageiro, o aumento em Julho foi de 12,2% e nos primeiros sete meses foi de 7,8%, o que corresponde a uma aceleração do seu crescimento. No total foram vendidos 144.730 veículos ligeiros entre Janeiro e Julho.

 

Por marcas, a Renault continua a liderar o mercado, tendo vendido mais de 20,6 mil veículos nos primeiros sete meses do ano, detendo actualmente uma quota de mercado de 14,28%. Em segundo surge a Peugeot, com 13,7 mil carros vendidos e 9,52% de quota. Em terceiro está a Volkswagen, que apesar de estar entre os poucos fabricantes que registou quebras nas suas vendas, está com uma quota de 7,44%, tendo vendido 10,7 mil veículos.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
surpreso 02.08.2017

"Socialismo feliz de geringonça".A factura virá

pub
pub
pub
pub