Telecomunicações CTT querem comprar Transporta por 1,5 milhões de euros

CTT querem comprar Transporta por 1,5 milhões de euros

A empresa assinou um contrato para comprar a totalidade do capital da Transporta por 1,5 milhões de euros. A compra da empresa de distribuição de mercadorias ainda está sujeita à aprovação da Concorrência.
CTT querem comprar Transporta  por 1,5 milhões de euros
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Ribeiro 15 de dezembro de 2016 às 17:56

Os CTT chegaram a acordo para comprar a Transporta – transportes Porta a Porta. A informação foi divulgada à CMVM esta quinta-feira, 15 de Dezembro, pela empresa liderada por Francisco de Lacerda.

O grupo informa que "celebrou nesta data um contrato da totalidade do capital social da Transporta – Transportes Porta a Porta, sociedade que actua no mercado de distribuição e transporte de mercadorias", lê-se no mesmo documento.

No mesmo documento os CTT revelam que a operação implica um investimento de 1,5 milhões de euros, mas o preço está "sujeito a ajustamentos, em particular, ao longo dos três anos seguintes ao referido fecho [da transacção], podendo haver lugar a acréscimo de preço em função da geração de sinergias e rendimentos operacionais".

A operação está ainda sujeita "à verificação de um conjunto de condições suspensivas", entre as quais a não oposição da Autoridade da Concorrência.

Os CTT explicam ainda que "esta transacção enquadra-se na estratégia de captura de oportunidades de crescimento em mercados adjacentes com potencial sinérgico, adicionando ao seu portfólio uma nova oferta de distribuição de objectos acima de 30 Kg e criando uma nova plataforma de expansão da empresa na cadeia de valor logística e carga last-mile".

 


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 15.12.2016

CTT hora de apanhar o comboio, muito irá subir até ao pagamento dos dividendos em maio.

pub
pub
pub
pub