Dividendos CTT vai propor manutenção do dividendo de 48 cêntimos

CTT vai propor manutenção do dividendo de 48 cêntimos

Os CTT decidiram manter os dividendos que vai distribuir aos seus accionistas, mantendo assim o compromisso já assumido mesmo apesar da quebra de lucros.
CTT vai propor manutenção do dividendo de 48 cêntimos
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 09 de março de 2017 às 17:07

O conselho de administração dos CTT decidiu manter a proposta de dividendo de 48 cêntimos por acção, apesar de os resultados de 2016 terem caído quase 14%.

 

"Relativamente ao exercício de 2016 o conselho de administração dos CTT irá propor à assembleia geral anual, a realizar em 20 de Abril de 2017, um dividendo de 0,48 euros por acção. Esta distribuição está sujeita a deliberação favorável da assembleia geral e está programada para ser paga em 19 de Maio de 2017", revela a empresa no comunicado de apresentação dos resultados de 2016.

 

Este dividendo corresponde a uma rendibilidade de 9,58% face ao valor de fecho das acções esta quinta-feira, nos 5,011 euros.

 

Os CTT já tinham alertado o mercado para um último trimestre mais fraco. No dia 27 de Janeiro, a empresa reviu em baixa as estimativas para todo o ano de 2016, antecipando uma descida entre 4% a 7% do EBITDA em 2016, excluindo o Banco CTT.

 

Já nessa altura, a administração reafirmou "que poderá propor um dividendo mínimo de 0,48 euros por acção para 2016, pagável em 2017".


A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
snpj 09.03.2017

Venha ele!!

Anónimo 09.03.2017

Não necessáriamente, há custos não desembolsáveis, como as amortizações que contribuem para o resultado e não têm impacto na posição de cash da empresa. Assim sendo os CTT podem perfeitamente pagar dividendos sem contrair dívida. A mensagem que passa dos resultados é que a Administração acredita que vai inverter o resultado e voltar a crescer, pelo que não faz sentido reduzir a remuneração dos accionistas.

Conselheiro de Trump 09.03.2017

Dividendo e destribuir os lucros,neste caso e DIMINUENDO,ha prejuizo mas faz-se a divisao na mesma.A morte de cristo poe as pessoas moles.

Skizy 09.03.2017

Visão de mercado errada, o principal foco dos CTT devia ser investir em novos tipos de serviços para assegurar mercado, já que vai perder só este ano 10% do mercado com simplex, e só depois satisfazer os desejos curtos de alguns acionistas!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub