Energia Cuidado Portugal: Países europeus chegam-se à frente para ficar com a fábrica da Tesla

Cuidado Portugal: Países europeus chegam-se à frente para ficar com a fábrica da Tesla

Holanda, França e Espanha também já estão no terreno para atrair a gigafábrica europeia de carros eléctricos e baterias de iões de lítio.
Cuidado Portugal: Países europeus chegam-se à frente para ficar com a fábrica da Tesla
Bloomberg
André Cabrita-Mendes 02 de Dezembro de 2016 às 14:27
Portugal quer ficar com a fábrica europeia da Tesla. Mas conta com uma concorrência de peso. Holanda. Espanha e França também se estão a chegar à frente para agarrar a gigafábrica da empresa norte-americana.

Depois do Negócios ter revelado que o Governo já se reuniu com a Tesla sobre a instalação da fábrica em Portugal, agora foi a vez do Governo holandês vir a público garantir que está atento a este investimento.

Desta forma, o Executivo de Haia vai "certamente esforçar-se para trazer a fábrica para os Países Baixos", escreveu o ministro da Economia do país numa carta enviada ao Parlamento.

O ministro holandês constatou na missiva que este investimento "irá reforçar o sector automóvel na província do Brabante e noutras regiões dos Países Baixos", segundo avançou o site de notícias NU na terça-feira, 29 de Novembro.

A Holanda já conta com uma fábrica da Tesla na cidade de Tilburgo. Todavia, esta é uma fábrica de montagem, ou seja, as diferentes peças são todas fabricadas nos Estados Unidos e depois transportadas para esta fábrica para produzir os automóveis.

Henk Kamp respondeu assim às perguntas colocadas pelo Partido Trabalhista. No entanto, recusou adiantar mais pormenores, à semelhança da postura adoptada pelo Ministério da Economia português, pois nestes casos o segredo é a alma do negócio.

Este é um aviso à navegação de que Portugal vai ter de apresentar um bom caso perante a Tesla para ser o país escolhido para receber a fábrica de carros eléctricos e de baterias de iões de lítio.

Desde Espanha também estão a ser feitos vários esforços para atrair a Tesla. A comunidade autónoma da Galiza já mostrou que quer este investimento. A Xunta da Galiza declarou em Junho que está atenta a este investimento.

No extremo oposto de Espanha, a autarquia de Paterna lançou uma campanha em Maio para atrair este investimento. A cidade, próxima de Valência, apresentou como argumentos de peso o facto da Ford contar com uma fábrica naquela área, e a proximidade com o porto mediterrâneo de Valência. Esta iniciativa contou com o apoio da Generalitat, o Executivo da Comunidade Valenciana.

Já em França, a ministra francesa da Energia, Ségolène Royal, sugeriu que a nova fábrica da Tesla podia ficar localizada numa antiga central nuclear no departamento da Alsácia, uma região estratégica banhada pelo rio Reno na fronteira com a Alemanha e a Suíça. A ministra do Governo de François Hollande adiantou na altura que o Governo francês tinha planeada uma reunião com a Tesla, avança o site Electrek.

Depois do Governo ter adiantado que já tinha tido conversações com a Tesla, várias autarquias portuguesas disseram presente e declararam-se interessadas em seduzir a Tesla, como Palmela, casa da Autoeuropa, Mangualde, casa de Mangualde, ou Torres Vedras.

Entre as vantagens para a Tesla investir no país, encontra-se o facto de Portugal ter muitas horas anuais de radiação solar, ser um dos maiores produtores mundiais de lítio, ou ter vários portos de águas profundas capazes de escoar a produção da marca.




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Julgo que a geringpnça irá contratar o P. Portas para conseguir este negocio. Mais sapo menos sapo.


Anónimo Há 2 semanas

Portugal tem maior exposição solar para os painéis solares da futura fábrica.

Anónimo Há 2 semanas

Portugal se quer a fábrica cá instalada, tem de começar a por em andamento os seus peões e com força. Todos ficam a ganhar com boas mais valias, porque temos tudo para assim aconteça.

pertinaz Há 2 semanas

PARECE-ME QUE ESTAMOS A GASTAR O NOSSO LATIM

A EUROPA NÃO PERMITIRÁ UM INVESTIMENTO DESTE CALIBRE EM PORTUGAL

O DESGOVERNO É TOTALMENTE INCAPAZ DE GERIR UM DOSSIER DESTA COMPLEXIDADE

NÃO SÃO ASSUNTOS PARA DEIXAR AO CUIDADO DAS AUTARQUIAS

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub