Banca & Finanças DBRS aponta lucros e 'limpeza' de balanços como prioridade dos bancos este ano

DBRS aponta lucros e 'limpeza' de balanços como prioridade dos bancos este ano

A agência de 'rating' DBRS considera que a prioridade dos bancos portugueses este ano deve ser o regresso ao lucro na operação doméstica e continuarem a redução dos créditos problemáticos.
DBRS aponta lucros e 'limpeza' de balanços como prioridade dos bancos este ano
Lusa 12 de maio de 2017 às 20:14

Numa análise hoje divulgada aos resultados de 2016 das principais instituições financeiras, a DBRS afirma que, apesar dos prejuízos elevados, ainda reportados em vários casos, os bancos deram passos o ano passado na melhoria da rentabilidade e na 'limpeza' dos balanços, melhorando a qualidade dos activos.

 

Além disso, afirma, os planos de reestruturação com redução de custos que os bancos começaram a implementar são também importantes na futura geração de receitas.

 

Já sobre este ano, a agência de notação financeira diz que "a prioridade deve ser o regresso aos lucros nas suas operações domésticas" - ou seja, na actividade em Portugal - e a execução dos planos de redução de créditos problemáticos e não produtivos, que continuam entre os mais altos da Europa.

 

"No entanto, a DBRS considera que, após recentes acções para reforçar as suas posições de capital durante o primeiro trimestre de 2017, os bancos portugueses estão mais bem posicionados para enfrentar estes desafios", acrescenta.

 

A análise hoje da DBRS centra-se nos bancos CGD, BCP, Novo Banco e Montepio.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Tereza economista 13.05.2017

Está por dias a saída do procedimento por deficit excessivo e uma melhoria do rating.

pub