Aviação Delta vai ligar Açores a Nova Iorque

Delta vai ligar Açores a Nova Iorque

A SATA deixa de ter o exclusivo nas ligações entre os Açores e os Estados Unidos da América. A Delta vai permitir a primeira ligação directa entre o arquipélago e Nova Iorque.
Delta vai ligar Açores a Nova Iorque
Reuters
Wilson Ledo 21 de setembro de 2017 às 15:36

A companhia norte-americana Delta Airlines vai passar a voar para os Açores em 2018, ligando Ponta Delgada ao Aeroporto John F. Kennedy, em Nova Iorque.

A operação arranca a 25 de Maio e será realizada cinco vezes por semana, exceptuando-se terças e quintas. Será utilizado um Boeing 757-200ER, com capacidade para 199 passageiros. A companhia lembra ainda a rede de ligações, para cerca de 80 destinos, que tem no John F. Kennedy.


É a primeira ligação directa entre Ponta Delgada e Nova Iorque e marca a entrada de uma companhia aérea norte-americana na região – um cenário que o Negócios já tinha antecipado em Março deste ano. Assim, marca-se também o fim do monopólio da SATA nas ligações entre o arquipélago e o continente americano.


Nessa altura, a secretária Regional do Turismo, Marta Guerreiro, explicava que o mercado norte-americano era prioritário para desenvolver a região e admitindo que a United, Delta ou American Airlines poderiam juntar-se ao mercado açoriano mas não a curto prazo.


Depois de ter regressado a Lisboa este ano, vinte anos depois, a Delta Airlines vai antecipar o arranque da sua operação da capital para Nova Iorque para 3 de Maio. Já a 25 de Maio de 2018, arranca uma nova ligação entre Lisboa e Atlanta. Ao todo serão 4.100 lugares semanais disponibilizados pela companhia aérea em Portugal, que tem operado apenas durante o período de Verão.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Invicta Há 3 semanas

Pode ser que agora a Sata faça preços concorrenciais deixando de lado a exploração de muitos e muitos anos, que fez aos que, para voarem dos EUA diretos para os Açores, lhe pagavam.

António Pires Há 3 semanas

Acabou-se a mama da Sata. Acabou-se a Sata.

pub
pub
pub
pub