Aviação Desaparece avião paquistanês com 40 pessoas a bordo

Desaparece avião paquistanês com 40 pessoas a bordo

A transportadora aérea paquistanesa anunciou hoje que um dos seus aviões desapareceu depois de ter levantado voo da região norte do país.
Desaparece avião paquistanês com 40 pessoas a bordo
Bloomberg
Lusa 07 de dezembro de 2016 às 12:47

A transportadora aérea paquistanesa anunciou hoje que um dos seus aviões desapareceu depois de ter levantado voo da região norte do país.

 

O avião transportava cerca de 40 pessoas.

De acordo com a Pakistan Internacional Airlines (PIA), o aparelho efectuava a ligação entre Chitral (norte) e Islamabad.

 

"Lamentamos informar que um ATR-42 da companhia PIA, no voo PK-661, com 40 pessoas a bordo, perdeu contacto com a torre de controlo há uns instantes", informou a transportadora em comunicado. 

 

"Todos os meios foram destacados para localizar o aparelho", acrescentou.

 

Um responsável da polícia local, Saeed Wazir, declarou a uma cadeia de televisão que um avião "caiu e os habitantes disseram estar a arder. A polícia e as equipas de socorro estão a caminho, mas ainda não chegaram ao local".

 

O último grande acidente aéreo no Paquistão ocorreu em 2015, quando um helicóptero militar se despenhou num vale isolado no norte do país, causando oito mortos, incluindo três embaixadores e duas embaixatrizes.

 

O pior acidente registou-se em 2010. Um Airbus 321 da companhia privada Airblue, que ligava Carachi a Islamabad, despenhou-se pouco antes de aterrar na capital, matando as 152 pessoas a bordo. 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub