Media Diário Económico com título cancelado pelo regulador

Diário Económico com título cancelado pelo regulador

O cancelamento da publicação foi feito a 14 de Novembro. Já sobre o Económico TV (ETV), que entrou em processo de insolvência esta segunda-feira, a ERC ainda não dispõe de informação.
Diário Económico com título cancelado pelo regulador
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 21 de Novembro de 2016 às 17:53
A publicação Diário Económico, jornal que deixou de ser publicado a 18 de Março último, foi "cancelada oficiosamente" pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), disse hoje à Lusa fonte oficial do regulador dos media.

Segundo a mesma fonte, a publicação Diário Económico, registada sob o n.º 112371, "foi cancelada oficiosamente pela ERC por não se encontrar a editar".

O cancelamento foi feito a 14 de Novembro.

Relativamente ao Económico TV (ETV), a ERC ainda não dispõe de informação.

No dia 17 de Novembro, na comarca de Lisboa, "foi proferida sentença de declaração de insolvência do devedor Económico TV - New Media", segundo o edital publicado hoje no portal Citius.

"O prazo para a reclamação de créditos foi fixado em 30 dias", adiantou o edital.

Esta é mais uma sociedade do universo de empresas de Nuno Vasconcelos a ser declarada insolvente, depois de a 13 de Julho a assembleia de credores da ST&SF, que detinha o jornal em papel Diário Económico, ter aprovado a sua liquidação.

Em Julho, a Megafin, proprietária do Jornal Económico (antigo Oje), retirou o interesse de compra do Económico TV, quatro meses depois de ter apresentado uma proposta, por falta de resposta da administração da empresa.

O 'site' economico.pt tinha deixado de actualizar as notícias desde o início de Outubro.

No final de Agosto, a Ongoing Strategy Investments tinha sido declarada insolvente.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Talvez consternado pela ausencia do patanhudo intentona velho.

pub