Banca & Finanças Dinheiro fresco chega à Caixa um ano depois
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Dinheiro fresco chega à Caixa um ano depois

Injecção de 2,7 mil milhões de euros e ida ao mercado será feita depois de fechadas as contas da Caixa, o que acontece no limite em Março. António Costa identificou necessidade de reforçar capital do banco em Fevereiro deste ano.
Dinheiro fresco chega à Caixa um ano depois
Carlos Ferreira/Correio da Manhã

A injecção de dinheiro fresco na Caixa Geral de Depósitos (CGD) poderá acontecer depois de Março, data limite para o banco público fechar as contas de 2016 – uma peça essencial para finalizar a recapitalizaç)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ja roubam pouco Ja. 23.11.2016

Heina pa tanta gita, como diz meu compadre. Para que servira tanto Arame? Para os emprestimos camuflados dos Varas dos Duartes Limas Menezes Marca Aurelis Berados& Gangs das porcas politicas. Para toda sorte de ladroes que enriqueceram, e ninguem lhes confisca os roubos.

pertinaz 23.11.2016

É A EFICÁCIA HABITUAL DO DESGOVERNO

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub