Aviação Dois voos da SATA cancelados devido a greve às assistências

Dois voos da SATA cancelados devido a greve às assistências

Devido à greve de assistências do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Avião Civil foram cancelados, esta terça-feira, dois voos da SATA.
Dois voos da SATA cancelados devido a greve às assistências
Lusa 22 de agosto de 2017 às 18:37
Os voos Lisboa-Horta-Lisboa da transportadora açoriana SATA previstos para hoje foram cancelados devido à greve às assistências do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Avião Civil (SNPVAC), informou hoje a companhia.

Segundo o porta-voz da SATA, António Portugal, "estão envolvidos 165 passageiros com destino a Lisboa e 129 com destino à Horta".

"Os passageiros com destino à Horta serão protegidos no voo directo de quarta-feira, o S4151, e os restantes no voo S4121 via Ponta Delgada às 06:30" de Lisboa (menos uma hora nos Açores), adiantou António Portugal.

Já relativamente aos passageiros com destino a Lisboa, "20 serão transportados ainda hoje via Ponta Delgada", sendo que os restantes seguem viagem também na quarta-feira por Ponta Delgada e Terceira.

Na semana passada, o SNPVAC anunciou que a greve de quatro dias dos tripulantes de cabine da transportadora aérea açoriana SATA, prevista realizar-se esta semana, foi desconvocada.

Contudo, o sindicato manteve, por tempo indeterminado, a greve às assistências na Azores Airlines, que assegura as ligações para fora do arquipélago. A paralisação tinha sido suspensa, mas entretanto a suspensão foi levantada.

António Portugal explicou que existem tripulantes que estão de assistência e que são chamados para substituir os que por razões de doença ou outra não podem assegurar a escala para que estavam designados.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub