Banca & Finanças Dombrovskis diz que resolução do Banco Popular "passou teste com sucesso"

Dombrovskis diz que resolução do Banco Popular "passou teste com sucesso"

É "um exemplo bem-sucedido da primeira aplicação das novas regras do Mecanismo Único de Resolução", disse o comissário do euro sobre a resolução do banco espanhol.
Dombrovskis diz que resolução do Banco Popular "passou teste com sucesso"
Bloomberg
Negócios com Lusa 08 de junho de 2017 às 13:44
O comissário europeu para o Euro, Valdis Dombrovskis, considerou esta quinta-feira, 8 de Junho, que a compra do Banco Popular pelo Santander é um "bom exemplo" da aplicação das regras do Mecanismo Único de Resolução (MUR) bancária.

"Foi feito do dia para a noite sob grandes constrangimentos de tempo. Acreditamos que este teste foi superado com sucesso," disse Dombrovskis, numa conferência de imprensa, em Bruxelas, onde acrescentou que a operação permitiu que o banco prosseguisse "em pleno com o seu negócio."

A compra do Banco Popular pelo Santander, segundo o comissário, é "um exemplo bem-sucedido da primeira aplicação das novas regras do Mecanismo Único de Resolução".

Questionado sobre por que razão o banco ficou à beira da quebra apesar de ter passado com os últimos testes de stress da Autoridade Bancária Europeia, Dombrovskis justificou a decisão com o facto de a situação se ter "deteriorado recentemente, tanto em termos de liquidez como de valor em bolsa, e que os supervisores tiveram de reagir e intervir," cita o Financial Times.

O Banco Santander Totta vai incorporar o Banco Popular Portugal, depois de, na quarta-feira, ter sido conhecido que o espanhol Santander vai adquirir 100% de Banco Popular por um euro, após o Banco Central Europeu ter constatado a inviabilidade da instituição de forma independente.

Em comunicados separados, o Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária (FROB) espanhol e o próprio Santander indicaram que a compra ocorre depois de um processo competitivo de venda organizado "no âmbito de uma medida de resolução", adoptado pelo Conselho Único de Resolução europeu e executado pelo FROB.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub