Empresas Dona da Crioestaminal compra parte da Cytothera

Dona da Crioestaminal compra parte da Cytothera

A notificação à Concorrência diz que em causa estão "certos activos" da companhia Cytothera, nomeadamente equipamento usado no processamento e armazenamento das amostras e posições nos contratos de criopreservação do sangue e tecido do cordão umbilical.
Dona da Crioestaminal compra parte da Cytothera
Miguel Baltazar
Paulo Zacarias Gomes 20 de dezembro de 2016 às 09:52
A empresa especialista na gestão de bancos de tecido e células estaminais Stemlab, dona da Crioestaminal, notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da compra de parte dos activos da Cytothera.

O aviso que dá conta dessa notificação prévia foi publicado esta terça-feira, 20 de Dezembro, uma semana depois de a AdC ter recebido a comunicação da empresa.

Em causa está, de acordo com a mesma publicação, "a compra de equipamento utilizado no processamento, armazenamento, controlo de qualidade e rastreabilidade das amostras, marca, nome de domínio e posições contratuais nos contratos entre a Cytothera e os clientes para os serviços de criopreservação do sangue e tecido do cordão umbilical", refere o anúncio.

A AdC vai receber, nos dez dias úteis seguintes a esta publicação, as observações de terceiros sobre a operação de concentração em causa. 

A Stemlab, através da Crioestaminal, dedica-se à criopreservação de células estaminais para "assegurar que estas estarão disponíveis no futuro para tratar as 80 doenças que podem ser tratadas hoje", lê-se no site da empresa. 

A Cytothera, que se dedica à criopreservação do sangue e tecido do cordão umbilical, é uma empresa do grupo farmacêutico português Medinfar. 



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub