Empresas Dona da Durex fecha compra de empresa de comida de bebé por 16,6 mil milhões de dólares

Dona da Durex fecha compra de empresa de comida de bebé por 16,6 mil milhões de dólares

A Mead Johnson conta com uma quota de 10% do mercado mundial de comida de bebé, que é liderado pela Nestlé, seguido da Danone, com a Mead a fechar o pódio.
Dona da Durex fecha compra de empresa de comida de bebé por 16,6 mil milhões de dólares
Reuters
Negócios 10 de fevereiro de 2017 às 13:09

A Reckitt Benckiser chegou a acordo para comprar a Mead Johnson Nutrition por um valor total de 16,6 mil milhões de dólares (15,6 mil milhões de euros).

A produtora dos preservativos Durex e de marcas de higiene como Veet, Clearasil e os detergentes Calgon e Finish vai pagar aos accionistas da empresa de comida de bebé 90 dólares por acção, avança a Bloomberg esta sexta-feira, 10 de Fevereiro. O negócio já tinha sido noticiado no dia 2 de Fevereiro.

Esta aquisição dá à companhia britânica uma perspectiva de crescimento para os próximos anos. As vendas da Reckitt Benckiser estão a registar o ritmo mais lento dos últimos anos pressionada pelas vendas na Europa e no Brasil.

A Mead Johnson conta com uma quota de 10% do mercado mundial de comida de bebé, que é liderado pela Nestlé, seguido da Danone, com a Mead a fechar o pódio. No entanto, a companhia ocupa a segunda posição na Ásia, atrás da Nestlé.

"Em 2017 esperamos que as condições macroeconómicas continuem desafiantes e existem uma série de importantes desafios a enfrentar no primeiro semestre", disse o presidente executivo da Reckitt Benckiser em comunicado, citado pela Bloomberg.

A comida de bebé deverá ser uma das categorias de comida a registar maior crescimento na Ásia nos próximos anos, segundo estimativas da Bloomberg Intelligence. 

Com o fim da política do filho único na China, as despesas dos chineses com fórmula para bebé deverão aumentar nos próximos anos. A subida deverá ter lugar também na Indonésia e no Vietname, com cada vez mais mulheres a entrarem para o mercado de trabalho.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 10.02.2017

A Durex lá deve saber a quantidade e preservativos com furinhos que se comercializam. Depois é só arranjar um negócio paralelo.

pub