Media Dona do Snoopy e Charlie Brown pode ser vendida

Dona do Snoopy e Charlie Brown pode ser vendida

A Iconix está a avaliar a venda da maioria do capital da Peanuts Worldwide, que gere os direitos dos personagens de banda desenhada. Entre os interessados estarão investidores chineses.
Dona do Snoopy e Charlie Brown pode ser vendida
DR
Paulo Zacarias Gomes 31 de janeiro de 2017 às 20:14

A maioria do capital da Peanuts Worldwide, a empresa que gere os direitos associados às personagens de banda desenhada Snoopy e Charlie Brown, poderá ser posta à venda.

A notícia é avançada pela Reuters que, citando fontes próximas do processo, dá conta da intenção da Iconix Brand Group, uma empresa de gestão de marcas, colocar a Peanuts no mercado. 

Entre os interessados deverão estar investidores de origem chinesa. Segundo a agência noticiosa, os personagens criados por Charles Schulz geraram um EBITDA - lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações - de cerca de 30 milhões de dólares (27,8 milhões de euros à cotação actual) nos últimos 12 meses.

Há três meses a empresa sofreu um duro golpe quando a seguradora MetLife deixou de usar, ao fim de mais de 30 anos, a imagem dos personagens da Peanuts como mascotes nas suas campanhas, interrompendo uma das principais fontes de receitas.

A transacção estará a ser assessorada pelo banco de investimento Guggenheim Partners. Não foi adiantada uma estimativa de valor nem datas para a concretização do negócio.

Em reacção à possibilidade de venda, as acções da Iconix avançam 5,18% para 10,36 dólares em Nova Iorque.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub