Turismo & Lazer Donos do WC fazem tributo à mulher portuguesa na Rua da Madalena

Donos do WC fazem tributo à mulher portuguesa na Rua da Madalena

O grupo The Beautique Hotels, que inaugurou recentemente o Hotel WC, em Lisboa, pretende abrir, ainda este ano, um hotel na Rua da Madalena, que terá como tema “a mulher portuguesa”. Trata-se da reabilitação de um edifício, na Baixa pombalina, a cargo do grupo bracarense DST.
Donos do WC fazem tributo à mulher portuguesa na Rua da Madalena
O Madalena Beautique Hotel, a inaugurar no final do ano, nascerá da reabilitação de um edifício existente na Rua da Madalena, em Lisboa.
Rui Neves 02 de fevereiro de 2018 às 13:40

A construtora bracarense DST está a construir o Madalena Beautique Hotel, em Lisboa, uma unidade de quatro estrelas do grupo The Beautique Hotels, o mesmo que inaugurou, em Outubro passado, na Avenida Almirante Reis, o The Beautique Hotel WC, sob o tema casa-de-banho.

 

O Madalena Beautique Hotel, a inaugurar no final deste ano e que terá como tema "a mulher portuguesa", nascerá da reabilitação de um edifício existente na Rua da Madalena, na Baixa pombalina. Com 38 quartos, o projecto tem a assinatura do arquitecto Miguel Saraiva e a decoração será da responsabilidade de Nini Andrade Silva, que tinha já assinado o do Hotel WC.

 

A reabilitação do edificado será realizada em cinco pisos acima do solo, prevendo ainda o alargamento da cave existente destinados à futura área técnica. No piso 0 estará localizado o lobby, o restaurante/bar e diversos espaços técnicos. Os restantes quatro pisos estão exclusivamente destinados aos 38 quartos duplos

 

Esta empreitada representa um volume de negócios superior a três milhões de euros para a DST, a responsável pelos trabalhos de demolição, betão armado, estrutura metálica de reforço, especialidades e acabamentos deste projecto hoteleiro, no qual a Tgeotecnia, também do grupo DST, terá a seu cargo a realização de microestacas que permitirá a execução em segurança dos trabalhos de escavação e betão armado previstos.

 

Para José Teixeira, presidente da DST, esta empreitada "é muito importante para a valorização do trabalho que a DST tem vindo a desenvolver na área da reabilitação urbana".

 

De acordo com a DST, nos últimos três anos este grupo bracarense registou uma facturação superior a 60 milhões de euros com a construção e reabilitação de mais de uma dezena de unidades hoteleiras no coração da cidade de Lisboa, algumas das quais ainda em execução e cujas aberturas estão previstas para o corrente ano.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Alfon 02.02.2018

Como é que edta emoresa tem nome de retrete? WC?

pub