Energia Duas empresas chinesas anunciam fusão que vai criar maior eléctrica do país

Duas empresas chinesas anunciam fusão que vai criar maior eléctrica do país

A eléctrica chinesa, a China Guodian Corporation, chegou hoje a acordo para se fundir com a China Energy Corporation, no que dará origem à maior empresa do país nos sectores do carvão e electricidade.
Duas empresas chinesas anunciam fusão que vai criar maior eléctrica do país
Lusa 06 de fevereiro de 2018 às 10:10

Segundo os comunicados enviados pelas duas firmas à bolsa de Xangai, a fusão precisa agora ser aprovada pelos reguladores.

A medida faz parte do esforço de Pequim para reduzir o excesso de capacidade de produção nos sectores do carvão e energia, através da reestruturação das firmas estatais, visando aumentar a rentabilidade e eficiência destas.

Outros sectores do Estado chinês têm sido também submetidos a fusões, com o número total de firmas estatais chinesas a cair para metade, desde as 196 existentes em 2003.


Estas firmas são directamente tuteladas pelo Governo central chinês, através de um organismo conhecido como SASAC (State-owned Assets Supervision and Administration Commission) e dominam os sectores-chave da economia chinesa, ilustrando um sistema que Pequim designa como economia de mercado socialista.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 2 semanas

Pondes os olhos,jarra e canhoto.A China e comunista,estas empresas sao do estado mas vao por certo despedir nestas 2 empresas milhoes de trabalhadores.Essa e a razao da fusao,nao vejo outra.