Aviação Easyjet não escolhe Portugal para criar subsidiária
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Easyjet não escolhe Portugal para criar subsidiária

Apesar de Portugal constar da “short list” da companhia para o pedido do novo certificado de operador aéreo europeu, necessário após o Brexit, a escolha deve recair na Áustria.
Easyjet não escolhe Portugal para criar subsidiária
Bruno Simões 12 de julho de 2017 às 00:01

Portugal era um dos países mais bem colocados para receber a nova subsidiária da Easyjet na Europa, sendo apontado como uma das possibilidades para a companhia aérea britânica se candidatar a um novo certificado de operador

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Fazem bem 12.07.2017

Aqui roubavam o avião

Álvaro 12.07.2017

A Srª. Drª. Ana Mendes Godinho deveria ter começado por perguntar:
1/ Já há decisão clara e definitiva com datas marcadas para a extensão do aeroporto da Portela (Montijo ou outra solução)?
2/ Já há decisões com datas de implementação de aumento de capacidade de tratamento de passageiros de fora da zona Schengen pelo SEF na Portela? Lembro que países como o Reino Unido ou a Irlanda não fazem parte do espaço Schengen.
3/ Já se pensou em fazer do aeroporto de Pedra Rubras um hub regional europeu cobrindo o Norte e a Galiza à imagem do que se faz noutras regiões económico-socioculturais europeias? Num circulo de 200km de raio encontra-se Santiago de Compostela, Pontevedra, Vigo, Braga, Guimarães, Bragança, Aveiro, Coimbra, etc.
4/ etc.

As decisões empresariais não se tomam só na base de sorrisos simpáticos e prospectos turísticos!

Anónimo 11.07.2017

Com a tristeza da ANAC ( Autoridade Nacional de Aviação Civil) só se fossem Burros e que escolheriam o nosso país para criar uma subsidiária. Seria útil a imprensa perguntar a ANAC e EAsyjet a razão de não terem escolhido o nosso país.

surpreso 11.07.2017

Portugal? Só se fossem estúpidos

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub