Agricultura e Pescas EDIA faz quinto aumento de capital em 2016

EDIA faz quinto aumento de capital em 2016

O accionista único Estado voltou a reforçar os capitais da gestora da barragem do Alqueva, desta feita em 5,3 milhões de euros. É a quinta vez este ano, somando 46,26 milhões.
EDIA faz quinto aumento de capital em 2016

O capital social da EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva SA, gestora da barragem do Alqueva, no Alentejo, registou já um novo aumento de capital, de 5,29 milhões de euros, para 447,11 milhões de euros.

O anúncio foi feito esta quarta-feira, 28 de Dezembro, em comunicado ao mercado. "No dia 22 de Dezembro de 2016", adianta a gestão da empresa no comunicado, "foi aprovado por deliberação social unânime por escrito aumentar o capital social da EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva SA, em 5.292.570,00 euros".

A operação, que aumenta o capital social da EDIA de 441,81 milhões de euros para 447,11 milhões de euros, é feita "através da emissão de 1.058.514 de acções nominativas, no valor de cinco euros cada, a subscrever e realizar pelo accionista Estado português, em numerário, para suportar necessidades relativas ao serviço da dívida".

A EDIA continua com capitais próprios negativos, em 449.902.641,56 euros. Antes deste aumento de capital, os capitais próprios eram negativos em 461.154.849,21 euros.

A uma semana de encerrar o ano, a operação anunciada esta quarta-feira é o quinto aumento de capital da EDIA em 2016, somando 46,26 milhões de euros nas cinco operações.

Em 15 de Janeiro a empresa comunicou uma injecção de 7,12 milhões de euros; a 18 de Março mais 3,61 milhões de euros; a 23 de Junho o serviço da dívida vencido foi convertido em 17,36 milhões de euros de novo capital; e a 20 de Julho ficou conhecida a quarta operação de aumento de capital, no valor de 12,87 milhões de euros. No ano passado, a empresa foi alvo de três operações semelhantes, ascendendo a um total de 13,5 milhões de euros.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga 29.12.2016

Alqueva!
Essa obra tão importante para o LAZER do Alentejo! Para o desenvolvimento das propriedades de ricaços como o Salgado! Tao fulcral para o recreio de RICOS!
Uma obra exemplar para p desenvolvimento... do LAZER de meia dúzia de privilegiados!

Saber mais e Alertas
pub