Energia EDP Brasil compra 14,46% da Celesc e lança oferta sobre mais capital

EDP Brasil compra 14,46% da Celesc e lança oferta sobre mais capital

A EDP Brasil celebrou um contrato para comprar 14,46% do total das acções da Centrais Elétricas de Santa Catarina (33,1% das acções ordinárias e 1,9% das acções preferenciais), por 59,2 milhões de euros. E vai lançar uma oferta de aquisição sobre mais 32% de acções preferenciais, num valor que pode ir aos 51,2 milhões de euros.
EDP Brasil compra 14,46% da Celesc e lança oferta sobre mais capital
Bloomberg
Negócios 19 de dezembro de 2017 às 23:22

A EDP – Energias do Brasil (EDPB), detida em 51% pela EDP, anunciou ao mercado que celebrou um contrato com a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil – Previ para a aquisição de 33,1% das acções ordinárias e 1,9% das acções preferenciais da Centrais Elétricas de Santa Catarina – Celesc, informou em comunicado à CMVM a empresa liderada por António Mexia.

 

As referidas acções correspondem, no seu conjunto, a um total de 14,46% das acções da Celesc, e o valor da aquisição ascendeu a 230 milhões de reais (59,2 milhões de euros).

 

A conclusão da operação está sujeita à verificação de determinadas condições e aprovações habituais neste tipo de operação.

 

Com a conclusão da operação, e condicionada à efectiva conclusão da mesma, a EDPB irá lançar uma Oferta Pública Voluntária para aquisição, em mercado, de acções preferenciais da Celesc, acrescenta o comunicado.

 

O preço da oferta, a verificar-se, será de 27 reais (6,95 euros) por acção e até um total de 32% das acções preferenciais da Celesc, correspondendo o valor potencial máximo da oferta a 199 milhões de reais (51,2 milhões de euros).

 

A Celesc actua nas áreas de distribuição, geração e transmissão de energia eléctrica, sendo a principal empresa do sector eléctrico no Estado de Santa Catarina, além de operar no sector de distribuição de gás natural.

 

A Celesc Distribuição, subsidiária da Celesc, distribui energia a mais de 2,8 milhões de consumidores em 264 municípios de Santa Catarina e 1 no Paraná. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub