Energia EDP mantém preço da OPA sobre Renováveis nos 6,75 euros

EDP mantém preço da OPA sobre Renováveis nos 6,75 euros

A EDP garante que vai manter o preço da oferta sobre a Renováveis, não revendo o valor, conforme pretendido por alguns minoritários.
EDP mantém preço da OPA sobre Renováveis nos 6,75 euros
Bruno Simão/Negócios
Alexandra Machado 25 de julho de 2017 às 17:04
A EDP manteve o preço da OPA lançada sobre a Renováveis nos 6,75 euros.

De acordo com o comunicado, a EDP indica que "o preço da oferta não será objecto de revisão e se manterá, por conseguinte, nos 6,75 euros por acção".

A empresa diz que faz esta comunicação "na sequência de algumas questões levantadas no âmbito da Oferta Pública Voluntária registada no dia 5 de Julho de 2017 sobre a totalidade das acções representativas do capital social da EDP Renováveis".

Apesar de ainda ter até quinta-feira para poder mudar o preço, a EDP faz já saber que o valor não será objecto de revisão. Isto depois do accionista norte-americano, a MFS Investment, que tem 4% da Renováveis, ter feito saber que não vai vender a sua posição, já que considera que o preço é baixo, tendo ainda feito críticas à metodologia utilizada para fixação do preço. 

"Do nosso ponto de vista, os argumentos incluídos no prospecto não providenciam uma visão equilibrada e precisa do valor subjacente da EDP Renováveis. As metodologias usadas parecem distorcer os valores resultantes em favor da EDP com desvantagem para os accionistas minoritários. O abandono pela EDP da metodologia de avaliação que recomenda aos investidores levanta a legítima questão sobre o que é que mudou", lê-se na carta divulgada pela MFS Investment a 21 de Julho, a que o Negócios teve acesso.

Também a gestora de activos britânica Ecofin já disse estar a aconselhar os seus fundos a não aceitarem a oferta. 

A oferta está já a decorrer e termina às 15 horas do próximo dia 3 de Agosto. 

(Notícia actualizada com mais informações às 17:15)



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
ONDE ESTÁ A JUSTIÇA DESTA GENTE? 28.07.2017

VENDEM A 8€, USUFRUEM DO DINHEIRO DURANTE 9 ANOS E DEPOIS OFERECEM 6,75€! FAZEM AVISOS/AMEAÇAS, "VAMOS RETIRAR A EDP RENOV DA BOLSA!"
SE ISTO NÃO CONFIGURA UM CRIME DE BURLA ENTÃO O QUE SERÁ DE NÓS?
A CGD AINDA COBRA COMISSÕES!
P. F. INVESTIGUEM ESTA GENTE.
O POVO QUER JUS-TI-ÇA! OBRIGADO

Anónimo 26.07.2017

O Sr. Torrado fala da Altice, apesar de ser uma empresa privada, e então agora porque não denuncia a ladroeira da OPA da EDPR, cujo preço de venda em OPV foi a 8,0 € e cujo Governo de que fazia parte deixou passar!!!
Tudo amigos na Vigarice e o Sr. Torrado só engana os incautos...

DoMarão 26.07.2017

Paguei 8,0 € na OPV, nos "saudosos" tempos do Sr. Sócrates, dividendos praticamente de Grilo, e agora querem xular a 6,75 € !!!
Ladrões. Eu não vendo, a não ser que me garantam que o Mexia, Catrogas e outros mais vão para a Pildra...

Anónimo 26.07.2017

Cambada de ladroes . Venderam a 8 oferecem 6.75. vigaristas . que ninguem venda.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub