Energia EDP Renováveis perde CFO para a EDP

EDP Renováveis perde CFO para a EDP

Miguel Dias Amaro e Gabriel Alonso deixam a comissão executiva da EDP Renováveis, que nomeou outros dois gestores para o cargo.
EDP Renováveis perde CFO para a EDP
Nuno Carregueiro 26 de setembro de 2017 às 20:33

Miguel Dias Amaro renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração da EDP Renováveis, bem como da comissão executiva da empresa de energias renováveis, onde exercia o cargo de administrador financeiro (CFO).

 

De acordo com um comunicado da eléctrica à CMVM, esta demissão deve-se às "novas responsabilidades assumidas na EDP - Energias de Portugal". Não foram especificadas as novas funções que Miguel Dias Amaro vai desempenhar no grupo EDP.

 

O gestor assumiu o cargo de CFO da EDP Renováveis em Maio de 2015, sendo que desde 2013 desempenhou as mesmas funções na EDP Brasil.

 

Além de Dias Amaro, também Gabriel Alonso vai sair da comissão executiva da EDPR, sendo que neste caso os motivos são "razões de ordem pessoal".

 

Para ocupar os lugares deixados vagos por estes dois gestores, a EDPR nomeou Duarte Melo de Castro Bello e Miguel Angel Prado Balboa.

 

O primeiro era director do Departamento de Análise de Negócios da EDP e o segundo director do Departamento de Investimentos, Fusões e Aquisições na EDPR.

 

A comissão executiva da EDPR continua assim a ser constituída por quatro elementos: João Manso Neto (presidente); João Paulo Nogueira da Sousa Costeira; Duarte Melo de Castro Bello e Miguel Angel Prado Balboa.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
KçOO 27.09.2017

Saiu um GYO para o cargo de KÒ KÒ