Empresas EDP paga aulas de Manuel Pinho em Columbia

EDP paga aulas de Manuel Pinho em Columbia

A cadeira que Manuel Pinho vai dar na Universidade de Columbia está integrada num projecto a quatro anos financiado pela EDP.
Helena Garrido 13 de Agosto de 2010 às 00:01
A eléctrica portuguesa fez uma doação à School of International and Public Affairs (SIPA), num montante que pediu à Universidade nova-iorquina para não divulgar e que tem como uma das iniciativas o seminário sobre energia renováveis que vai ser leccionado pelo ex-ministro da Economia.

"Manuel Pinho será professor visitante School of International and Public Affairs (SIPA) da Universidade Columbia. A sua posição faz parte de uma série de novas iniciativas que estão a ser apoiadas pela EDP", disse ao Negócios fonte oficial da Universidade e Columbia.









logo_empresas




A sua opinião32
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Victor Ramos 25.08.2010

Manuel Pinho vai para a Colúmbia ensinar os que aprendeu em Portugal à custa dos contribuintes Como muita vez já aqui o afirmei tenho a 4.ª Classe do ensino obrigatório do Salazar. Aos 13 anos comecei a Trabalhar para o Governo americano nas Forças Armadas Estacionadas nos Açores. Sempre assinei um documento que me comprometia a não prestar serviços, para terceiros, baseado nos meus conhecimentos adquiridos. Abriram uma excepção através do programa "People to People", mas levando em consideração a catástrofe do sismo do 1.º dia do ano 80 do século passado. Hoje, mantenho a boca calada sobre muito que aprendi, vi e descobri.
Victor Ramos

joaopires5 14.08.2010

SE a componete dos custos da mão de obra tuga na produção e distribuição do KLW de electricidade fôr x% então a electricidade para o tuga deveria ser 50%*x% mais barata do que o mínimo preço da mesma na europa. É assim a tributação oculta da EDP ( mutatis mutandis para a PT, ALP, Brisa e outras concessionária)

Beagle 13.08.2010

A pensar o que é que há-de ir dizer sobre Energias Renováveis... LOL Vento, sol, marés... pago a peso de ouro (tanto que nem divulgam, mas vai acabar por se saber...)... G'anda Pinho! Se precisar de alguém para passar os slides, é só dizer. Eu cobro barato... quaisquer 250 USD por minuto chegam para os tremoços...

bace 13.08.2010

E eu?

ver mais comentários
pub