Transportes Efacec vai construir metro na Dinamarca

Efacec vai construir metro na Dinamarca

A Efacec integra um consórcio que vai construir o metro de Odense, cidade situada no sudeste da Dinamarca. Para a empresa portuguesa este contrato traduz-se num negócio de 47 milhões de euros.
Efacec vai construir metro na Dinamarca
Celso Filipe 08 de agosto de 2017 às 17:02

A Efacec, integrada num consórcio do qual fazem parte as empresas Comsa e Munck, ganhou o concurso internacional para a construção do metro de Odense, na Dinamarca.

Neste agrupamento, a empresa portuguesa detida maioritariamente por Isabel do Santos, terá a seu cargo a execução de toda a componente electromecânica do projecto, avaliada em 47 milhões de euros.

O metro de Odense, cidade situada no sudeste na Dinamarca que tem cerca de 185 mil habitantes, terá 14 quilómetros de linha e 26 estações, prevendo-se que venha a transportar diariamente 35 mil pessoas. Este metro deverá entrar em funcionamento em 2020.

Segundo um comunicado da empresa este contrato reforça o seu posicionamento na Europa "onde registou um crescimento de 31% nas encomendas nos primeiros sete meses de 2017. Em comparação com igual período do ano passado, o volume de negócios passou dos 122 milhões de euros para os 160 milhões de euros".

A Efacec, liderada por Angelo Ramalho, já tem experiência nesta área de negócio, tendo estado envolvida na construção dos metros de Bergen, na Noruega, Dublin, na Irlanda e Porto, sendo que o mercado europeu cerca de metade do seu volume de negócios.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 08.08.2017

A pequena EFACEC é um caso raro de coragem e resiliência. Num sector extremamente competitivo a nível mundial, apesar de todas as dificuldades, a começar pela dificuldade que é ser uma empresa de direito português, é das poucas em Portugal que têm demonstrado ter uma gestão atenta, moderna e competente. Mas receio ainda assim que não seja suficiente para sobreviver a mais uma década. Tudo dependerá das políticas governativas. As actuais não inspiram confiança.

comentários mais recentes
Anónimo 09.08.2017

Enquanto o trabalho de uns é exigir aumentos, subsídios e resgates sem qualquer razão de ser, o de outros é tentar criar algum valor sem extorquir ou pilhar o que quer que seja a alguém. Parabéns EFACEC.

Camponio da beira 08.08.2017

Agora vão para lá fazer obras atamancadas e inventar trabalhos a mais como fazem em Portugal e vão ver como deixam lá as calças....

bazanga 08.08.2017

MEtro ou el´ectrico? Na imagem vê-se um eléctrico (ou metro de superfície, que é melhor em termos de martketing). Metro = Subway = Debaixo da terra (tradução livre).

Anónimo 08.08.2017

Parabéns. Ainda bem que conseguiram despedir os excedentários de que a empresa já não necessitava. Caso raro em Portugal. Por este andar a EFACEC seria a próxima empresa histórica e exportadora do sector electromecânico a falir. Ainda bem que o FMI veio pôr ordem na casa ou os sindicatos faliam com mais esta empresa em dois tempos.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub