Tecnologias Elon Musk, Travis Kalanick e Indra Nooyi integram conselho consultivo de Trump

Elon Musk, Travis Kalanick e Indra Nooyi integram conselho consultivo de Trump

Elon Musk, líder da Tesla, Travis Kalanick, CEO da Uber Technologies, e Indra Nooyi integram o conselho consultivo do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump.
Elon Musk, Travis Kalanick e Indra Nooyi integram conselho consultivo de Trump
Ana Laranjeiro 14 de Dezembro de 2016 às 15:35

Elon Musk (na foto), CEO da Tesla, foi bastante crítico de Donald Trump durante a campanha para as presidenciais nos Estados Unidos. No entanto, o empresário aceitou integrar o conselho consultivo de Trump, de acordo com informações avançadas pela equipa de transição do presidente e citada pela imprensa internacional.

Este conselho é composto por vários líderes empresariais de topo e tem como missão dar a visão da indústria sobre o sector privado ao presidente eleito.

Elon Musk disse há semanas à CBC, citado pelo jornal britânico The Independent, que acreditava que as políticas económicas e ambientais de Hillary Clinton eram "as acertadas". Poucos dias depois, Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos. "Sinto que ele não é o homem certo", disse posteriormente à eleição. "Ele parece não ter o tipo de carácter que reflicta bem os Estados Unidos", acrescentou, citado pela publicação inglesa.


O CEO da Uber, Travis Kalanick, que chegou a dizer que se mudaria para a China se Trump fosse eleito também vai integrar esta equipa de consultores.


Indra Nooyi, CEO da Pepsi, também vai fazer parte deste conselho consultivo, de acordo com as informações transmitidas pela equipa de transição de Trump.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub