Web Summit Em matéria de impostos, as tecnológicas são mais dos que as outras?

Em matéria de impostos, as tecnológicas são mais dos que as outras?

O CEO da Trivago e a directora-geral da Silicon Valley Robotics debateram o tema dos impostos cobrados às tecnológicas. E concordaram num ponto: é preciso garantir equidade e redobrar esforços no combate à evasão fiscal.
Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão Bruno Simão Bruno Simão Bruno Simão Bruno Simão Bruno Simão Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócio Bruno Simão/Negócio Bruno Simão/Negócio Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios Bruno Simão/Negócios
"Devíamos ser todos taxados de forma igual", diz Rolf Schromgens, CEO da Trivago
Rita Faria 09 de novembro de 2017 às 16:29

O tema dos impostos cobrados às empresas tecnológicas subiu ao palco do Web Summit, no último dia do evento, pelas vozes de Rolf Schromgens, co-fundador e CEO da Trivago, e Andra Keay, directora-geral da Silicon Valley Robotics.

 

Andra Keay defendeu que, mais do que aumentar os impostos sobre as tecnológicas, é fundamental reforçar o combate à evasão fiscal. "Porque é claro que muitas pessoas e empresas não pagam o que devem", destacou a responsável, citando os casos dos Panama Papers e Paradise Papers.

 

"Para remediar esta situação não precisamos de aumentar os impostos mas sim eliminar a evasão fiscal", sublinhou Andra. Por outro lado, as empresas tecnológicas não devem ter um tratamento diferenciado em relação às demais indústrias porque "não são mais do que as outras". "Aliás, tornaram o mundo pior", acrescentou.

 

O CEO da Trivago concordou que o passo mais importante a ser dado é garantir equidade entre os diversos sectores e que os impostos estão efectivamente a ser cobrados.  

 

"Há uma questão que também deve ser colocada: os impostos estão a ser pagos? Quando olhamos para os Paradise Papers, vemos que não", expôs Rolf Schromgens. "E depois temos de garantir equidade, temos de garantir que pagamos todos os mesmos impostos".  

 

Neste sentido, o CEO da Trivago acredita que os governos não deveriam fazer acordos com as grandes empresas do sector – como é o caso da Apple, que obteve benefícios fiscais na Irlanda – para garantir que as companhias operam sob as mesmas condições e são tratadas da mesma forma.

 

"Devemos ter muito medo do monopólio da inovação no futuro", sublinhou o responsável. "Devíamos ser todos taxados de forma igual".

 

No entanto, antes de se debater o tema dos impostos sobre as tecnológicas, Rolf Schromgens, considera fundamental esclarecer uma questão de base: "O que é uma empresa tecnológica? Há tecnologia há muito tempo, desde que se inventou a impressão, o computador. Onde é que a tecnologia começa e onde acaba? Estamos num grande dilema, é preciso definir o que é uma empresa tecnológica". 

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

WEB SUMMIT
ESTA DE CONTRATAR UM SEGURO COM A MESMA FACILIDADE COM QUE SE MARCA UM QUARTO DE HOTEL, DÁ PARA RIR!
FOI UMA DAS TRÊS START-UP.S VENCEDORAS NO CERTAME.

FUI UM DOS INICIADORES DA INFORMÁTICA NOS SEGUROS E TENHO UMA EXPERIÊNCIA DE 45 ANOS DE INFORMÁTICA NESSA ÁREA.
PARECE-ME QUE TENHO ALGUMA AUTORIDADE PARA EMITIR OPINIÃO.

NÃO HÁ DÚVIDA QUE O WEB SUMMIT, EM ALGUMAS QUESTÕES, MAIS PARECE UMA REUNIÃO DE PUTOS A BRINCAREM AOS JOGOS DE COMPUTADOR!

comentários mais recentes
Dono dos Burros Há 1 semana

São. Têm os mesmo tratamento que os gays, gatos e cães. Não podem ser atacadas, porque senão mordem.

Anónimo Há 1 semana

WEB SUMMIT
ESTA DE CONTRATAR UM SEGURO COM A MESMA FACILIDADE COM QUE SE MARCA UM QUARTO DE HOTEL, DÁ PARA RIR!
FOI UMA DAS TRÊS START-UP.S VENCEDORAS NO CERTAME.

FUI UM DOS INICIADORES DA INFORMÁTICA NOS SEGUROS E TENHO UMA EXPERIÊNCIA DE 45 ANOS DE INFORMÁTICA NESSA ÁREA.
PARECE-ME QUE TENHO ALGUMA AUTORIDADE PARA EMITIR OPINIÃO.

NÃO HÁ DÚVIDA QUE O WEB SUMMIT, EM ALGUMAS QUESTÕES, MAIS PARECE UMA REUNIÃO DE PUTOS A BRINCAREM AOS JOGOS DE COMPUTADOR!

pub