Empresas Empark abre parque na Avenida Infante Santo

Empark abre parque na Avenida Infante Santo

A gestora de estacionamento Empark abriu um novo parque em Lisboa, depois de um investimento de cerca de cinco milhões de euros.
Empark abre parque na Avenida Infante Santo
Miguel Baltazar
Negócios 15 de Dezembro de 2016 às 15:50

O parque de estacionamento da Empark na Avenida Infante Santo, em Lisboa, já abriu, adiantou a empresa em comunicado.

O investimento, de cinco milhões de euros contou com o apoio do grupo Mello, dono da Cuf, que tem um hospital na zona, e disponibiliza "um total de 219 lugares de estacionamento, distribuídos por três pisos e mais de 6.000 metros quadrados", adiantou a empresa.


O grupo Mello associou-se ao projecto, aliás, com 50% do investimento, segundo o mesmo comunicado. "Localizado em frente a um dos edifícios deste hospital, na Avenida Infante Santo, e a cerca de três minutos a pé da Travessa do Castro, onde se encontra outro edifício do Hospital Cuf Infante Santo, o novo parque de estacionamento permitirá um acesso de grande conveniência para utentes, familiares e visitantes, apresentando-se como uma alternativa que irá melhorar as condições de acessibilidade àquela zona da cidade", adiantou o mesmo documento.


"A Empark vai continuar a sua estratégia de crescimento em Lisboa pois pretende, já no início de 2017, avançar para a construção de um parque em Sete Rios e, para meados do ano, no Arco do Cego, juntando-se assim aos 65 já existentes em Portugal", referiu a sociedade. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub