Desporto Empresa japonesa paga 220 milhões para patrocinar o Barcelona

Empresa japonesa paga 220 milhões para patrocinar o Barcelona

A Rakuten vai pagar 55 milhões de euros por ano para aparecer nas camisolas do clube espanhol. É um dos maiores contratos de patrocínio de sempre.
Empresa japonesa paga 220 milhões para patrocinar o Barcelona
Nuno Carregueiro 16 de Novembro de 2016 às 14:38

Os equipamentos de Lionel Messi e Neymar vão deixar de dar visibilidade à Qatar Airways. A partir da próxima época o Barcelona vai ter o patrocínio de uma empresa japonesa pouco conhecida, a Rakuten, que vai pagar 220 milhões de euros à equipa espanhola.

 

O Barcelona confirmou o contrato no seu site, sem contudo revelar os valores envolvidos. De acordo com o Financial Times, o acordo foi assinado por 220 milhões de euros e tem a duração de quatro anos. São 55 milhões de euros por ano, com a possibilidade de o contrato ser estendido por mais uma época.

 

A equipa espanhola assinala que o acordo para a Rakuten ser o patrocinador principal do Barcelona entra em vigor a partir da época de 2017/2018 e inclui a inclusão da referência à empresa japonesa nas camisolas da equipa.

 

 

O FT assinala que este negócio é um dos maiores de sempre e envolve montantes semelhantes aos do acordo firmado entre o Manchester United e a Chevrolet (47 milhões de libras por ano).

 

Em Portugal o maior patrocínio será o do Benfica, que recebe 8 milhões de euros por ano da Emirates, num acordo para a companhia aérea surgir nas camisolas dos encarnados e numa das bancadas do estádio.      

 

A Qatar Airways é actualmente o principal patrocinador do Barcelona, tendo recentemente estendido o contrato até final da época por 30 milhões de euros. O clube espanhol, até há poucos anos, recusava-se a colocar uma marca nas suas camisolas, tendo em 2006 quebrado a tradição, mas para dar visibilidade à Unicef.

 

Contudo, tem actualmente outros patrocínios menores com outras marcas, que também aparecem nas camisolas do clube, como é o caso da turca Beko e da norte-americana Intel.

 

Em Maio o Barcelona já tinha assinado um acordo com a Nike, por um período de 10 anos, no valor de 150 a 155 milhões de euros por ano, bem acima dos 60 milhões actuais.  

Ao tornar-se o patrocinador principal do Barcelona, a Rakuten procura ganhar visibilidade a nível mundial, já que a retalhista é sobretudo conhecida a nível doméstico.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub