Transportes Empresa japonesa pede desculpa por comboio ter partido 20 segundos mais cedo

Empresa japonesa pede desculpa por comboio ter partido 20 segundos mais cedo

A gestão da empresa lamentou "profundamente" o "grande inconveniente" causado aos clientes que perderam o comboio que partiu mais cedo e que não puderam esperar pelo próximo - programado para quatro minutos mais tarde.
Empresa japonesa pede desculpa por comboio ter partido 20 segundos mais cedo
Bloomberg 18 de novembro de 2017 às 20:00

A pontualidade é algo extremamente valorizado no Japão. Um político já teve que abandonar uma eleição porque pressionou os funcionários operadora ferroviária para atrasar um comboio de alta velocidade devido à sua campanha.

 

Desta vez, é uma companhia ferroviária que está a pedir desculpas porque o comboio das 9h44, da linha Tsukuba Express, de Tóquio, partiu antes do horário programado na terça-feira - 20 segundos mais cedo.

 

Em comunicado escrito em japonês no seu site, a gestão da empresa lamentou "profundamente" o "grande inconveniente" causado aos clientes que perderam o comboio que partiu mais cedo e que não puderam esperar pelo próximo - programado para quatro minutos mais tarde. O condutor a bordo não verificou correctamente o cronograma do comboio, o que resultou na partida antecipada, segundo o comunicado.

 

Os funcionários da linha foram instruídos a seguir à letra as instruções no futuro.

Ao divulgar o pedido de desculpas a empresa observou que na realidade não havia recebido reclamações dos clientes.

 

A ferrovia Tsukuba Express liga as cidades de Akihabara e Tsukuba, localizadas a cerca de 60 quilómetros de distância uma da outra, numa viagem de 45 minutos - com ou sem os 20 segundos -, segundo o site da empresa.