Media Empresário macaense injecta 15 milhões na dona do Diário do Notícias

Empresário macaense injecta 15 milhões na dona do Diário do Notícias

Kevin Ho será o novo accionista da Global Media, ficando com 30% do capital do grupo. José Pedro Soeiro também fica com 30% do capital, após ficar com as participações de António Mosquito e Luís Montez. BCP e Novo Banco reduzem posições para 10%.
Empresário macaense injecta 15 milhões na dona do Diário do Notícias
Vítor Mota/Correio da Manhã
Sara Antunes 06 de novembro de 2017 às 16:40

A Global Media revelou que os seus accionistas chegaram a acordo para a entrada do empresário macaense Kevin Ho, através da KNJ, no capital da empresa. O empresário vai injectar 15 milhões de euros no grupo, ficando com 30% do seu capital, de acordo com um comunicado enviado para as redacções.

"A injecção de capital permite ao GMG [Global Media Group] investir no seu futuro, implementado um plano estratégico ambicioso focado numa melhoria da capacidade de jornalismo, produção de conteúdos multimédia e globalização", afirma a KNJ em comunicado.

 

Além desta entrada, que já era esperada, há também a transmissão das posições detidas por António Mosquito e Luís Montez para "José Pedro Soeiro, empresário e gestor com participação em empresas portuguesas, angolanas e do Reino Unido", adianta a mesma fonte. Após esta transacção, Pedro Soeiro fica também com 30% do capital da empresa. José Pedro Soeiro, tem 47 anos, é licenciado em Economia e Finanças pela NOVA SBE de Lisboa. Foi sócio da consultora Deloitte até 2006, tendo desde então encetado por uma "carreira de empreendedorismo", detendo actualmente "participações em vários sectores".

O comunicado revela ainda que a injecção de capital por parte de Kevin Ho vai ser usada, "fundamentalmente, em projectos destinados a reforçar a liderança do grupo no digital e à sua internacionalização, especialmente nas geografias onde se fala português e junto das nossas comunidades no estrangeiro".

 

O comunicado diz ainda que as alterações de accionistas também deverão facilitar "os objectivos do grupo, num momento de grandes transformações no sector e de dificuldades no mercado doméstico".

 

Após estas mudanças Joaquim Oliveira fica com 20% do capital da dona de activos como o Diário de Notícias e a TSF. O BCP e o Novo Banco reduzem as suas participações para 10%, cada um.

Antes destas alterações, António Mosquito e Joaquim Oliveira detinham 27,5% cada um, Luís Montez 15%, o BCP 15% e o Novo Banco também 15% da Global Media.

 

Victor Ribeiro continuará a ser o presidente executivo da Global Media. E Daniel Proença de Carvalho manterá o cargo de "chairman", enquanto Kevin Ho vai assumir o cargo de vice-chairman.

(Notícia actualizada às 17:13 com comunicado da KNJ)




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
jose Há 1 semana

Parece que o Daniel continua com um horror de hemorroidal.

Miranda Há 1 semana

Humm. Negócio esquisito com gente esquisita. Não muda nada. Tudo na mesma. Mudam as caras mas o José continuará a mandar enquanto o General e o Chairman por lá continuarem! É ver as capas do DN e JN daqui para diante.

FOSUN : MILENIUM BCP a 0.50 Há 1 semana




A FOSUN não larga a HIPOTESE de FICAR com todo o BCP por isso não ABDICA de ir AUMENTANDO o NUMERO DE SHORTS para que no LANÇAMENTO da OPA não SEJA ULTRAPASSADO o VALOR DE 0.50 por AÇÃO

pub