Empresas Empresas francesas estudam novos investimentos em Portugal

Empresas francesas estudam novos investimentos em Portugal

Apesar de já serem dos maiores investidores estrangeiros, as companhias gaulesas estão a estudar novos investimentos em Portugal nos próximos anos.
Empresas francesas estudam novos investimentos em Portugal
Bruno Simão/Negócios
André Cabrita-Mendes 18 de março de 2016 às 15:25

Portugal está novamente na mira das empresas francesas. E poderá vir a ganhar novos investimentos no curto e médio prazo, avançaram esta sexta-feira, 18 de Março, altos responsáveis dos Governos de Paris e Lisboa.

 

Primeiro, foi o Executivo francês a revelar que há várias companhias gaulesas a estudar o país. "Houve dezenas de projectos que foram abordados", disse o secretário de Estado do Comércio Externo francês, Matthias Fekl (na foto junto a Manuel Caldeira Cabral). "E o Governo francês acompanhará todos os projectos que poderão reforçar a presença francesa em Portugal", acrescentou.

 

Nos últimos anos tiveram lugar alguns grandes investimentos por parte de empresas gaulesas em Portugal. Como os 7,4 mil milhões de euros que a Altice pagou pela Portugal Telecom, os três mil milhões que a Vinci pagou pela concessão da ANA -Aeroportos de Portugal ou os 400 milhões que a Cofidis pagou pelo Banif Mais.

cotacao França tem sido um dos grandes investidores em Portugal. As empresas francesas estão a investir e a criar empregos de qualidade em Portugal, nas áreas de investigação, engenharia e serviços partilhados. Manuel caldeira cabral Ministro português da Economia

 

Da parte do Executivo português, foi o ministro da Economia a dar conta dos novos investimentos. "O secretário de Estado francês falou comigo sobre novos investimentos em Portugal, da possibilidade de novos investimentos de empresas francesas", afirmou Manuel Caldeira Cabral.

 

"Apesar de não entrar em detalhes, o ministro sublinhou que os investimentos poderão ter lugar em diferentes áreas. O mais interessante é que é um conjunto de sectores diversificados em que os franceses consideram investir. E alguns estão exactamente na senda de outros investimentos que já aconteceram, como centros de competências", destacou o ministro da Economia. 

 

O ministro sublinhou também que França "tem sido um dos grandes investidores em Portugal. As empresas francesas estão a investir e a criar empregos de qualidade em Portugal, nas áreas de investigação, engenharia e serviços partilhados".




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 18.03.2016

Nao estou a prever qual vai ser a "CLEMENCIA"de amanha.Mas que ela vem ai isso vem.

CUIDADO COM O SURPRESO1 18.03.2016

TRATA-SE DO AVENÇADO DIREITALHA, PAGO PARA ANDAR NUMA CORRERIA LOUCA POR TODOS OS CANTOS DESTE JORNAL A DEBITAR INTRUJICES PATETAS.

O ANIMAL APARECE COM DIVERSOS PSEUDÓNIMOS, COMO, SURPRESO 1, ECONOMISTA2000,ANÓNIMO,MR TUGA, PUPM, AVERVAMOS,,ETC.

CUIDADO COM A BES-TA !

pub