Web Summit Especialistas deixam dicas para um bom "pitch"

Especialistas deixam dicas para um bom "pitch"

Três personalidades do mundo do empreendedorismo partilham ideias sobre como se deve aproveitar um "pitch".
Especialistas deixam dicas para um bom "pitch"
Miguel Baltazar
Ana Laranjeiro 10 de Novembro de 2016 às 14:05

Um "pitch" é uma apresentação breve para uma plateia que pode ser constituída por investidores. No palco principal do Web Summit, uma das primeiras ideias apontadas por Fred Destin, da Accel, é que o tempo é realmente importante. "Têm 15 minutos para angariar atenção e fazer com que os investidores se interessem. Se não o conseguirem, deve ser difícil" convencerem alguém, disse.

 

Payal Kadakia é a CEO da ClassPass. Explicou que, no seu caso, uma das coisas que funcionou quando fez um "pitch" foi contar a sua uma história. Por outro lado, salientou Sarah Leary da Nextdoor, os empreendedores devem apresentar uma solução que vá ter mercado. "Mas têm de mostrar paixão pelo que estão a fazer para que eu queira apostar neles. Um investidor muitas vezes investe numa equipa e o produto muda", referiu.

 

As equipas, a forma como se relacionam e como estão abertas a mudanças, é muito importante, defenderam. Em especial numa fase inicial, os projectos ou produtos podem mudar e é preciso saber se a equipa tem capacidade para acompanhar essas mesmas mudanças.

 

Sarah Leary manifestou também a ideia de que um dos erros comuns das start-ups mais jovens é falarem muito de cenários financeiros. Ou seja, apresentam muitos números, numa altura em que ainda estão a dar os primeiros passos e em que é difícil perceber se aqueles números vão ter correspondência com a realidade.

 

Payal Kadakia salientou também que a pessoa que apresenta um empreendedor a um investidor de capital de risco é muito importante. Ao fazer a apresentação está a dar uma prova de confiança no empreendedor.

 

Um dos alertas que saiu deste painel foi: se, durante um pitch, um investidor começar a mexer no telemóvel, a probabilidade do desfecho ser negativo é elevada.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub