Transportes Estacionar para apanhar barco no Montijo passa a ser grátis

Estacionar para apanhar barco no Montijo passa a ser grátis

A Câmara Municipal do Montijo chegou a acordo com a Transtejo, empresa que faz a ligação fluvial com Lisboa, para que o parque de estacionamento do terminal passe a ser gratuito, anunciou hoje a autarquia.
Estacionar para apanhar barco no Montijo passa a ser grátis
Bruno Simão/Negócios
Lusa 11 de maio de 2017 às 18:45
Na reunião do executivo municipal, liderado por Nuno Canta (PS), o protocolo entre o Município do Montijo e a Transtejo para o funcionamento e manutenção do parque de estacionamento foi aprovado, com os votos a favor do PS e da CDU e a abstenção do PSD.

"Importou-nos assegurar que os utilizadores do transporte fluvial seriam desonerados do custo do estacionamento, defendendo a democratização do serviço público de transporte fluvial, a melhoria da oferta de transporte público e o aumento dos níveis de conforto dos utentes", disse Nuno Canta.

O autarca salientou que a gratuitidade do estacionamento permite promover a utilização do transporte público fluvial e reordenar o estacionamento de veículos naquela zona.

"É a melhor solução para o interesse do Montijo e dos montijenses", defendeu.

Ao abrigo do protocolo, que vigora até final de 2021, a Câmara Municipal do Montijo vai ficar responsável pela realização de um conjunto de intervenções, como a reparação de pavimentos pedonais no parque e na envolvente do edifício do Terminal Fluvial, a intervenção nos pavimentos nas vias de circulação de acesso ao parque, a reparação da iluminação pública e a colocação de pilaretes e de nova arborização.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub