Transportes Estado injecta 418 milhões na CP

Estado injecta 418 milhões na CP

A alteração ao capital estatutário foi divulgada esta segunda-feira pela empresa de transporte ferroviário. É a segunda num trimestre.
Estado injecta 418 milhões na CP
Miguel Baltazar
Paulo Zacarias Gomes 11 de dezembro de 2017 às 19:32
A CP - Comboios de Portugal viu o seu capital ser reforçado pelo Estado em mais de 400 milhões de euros, passando o capital estatutário a ser de 3.839 milhões de euros, uma subida de 11,7%.

A injecção, dada a conhecer esta segunda-feira, 11 de Dezembro, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), foi, mais concretamente, de 418,29 milhões de euros.

Segundo os dados constantes no site do regulador, este é o segundo reforço de capital levado a cabo pelo Estado neste trimestre na empresa de transporte ferroviário. Em 23 de Outubro a empresa comunicou o aumento do capital em 16,8 milhões de euros, para 3.420 milhões.

No final de Junho, aquando da nomeação do novo presidente do Conselho de Administração, Carlos Nogueira, a imprensa revelou que o Estado tinha colocado na CP - Comboios de Portugal mais 12,4 milhões de euros, totalizando em mais de 900 milhões o valor usado nos últimos três anos para capitalizar a empresa pública que gere a rede de comboios nacional, refere a Lusa.

Na altura, numa resposta ao Jornal de Negócios, a assessoria de imprensa do Ministério das Infraestruturas disse que o aumento de capital estatutário da CP, em 12,4 milhões de euros, se destinava a suprir as necessidades de capital da empresa.



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado MasterChief 11.12.2017

Mais dinheiro para o buraco CP. É só enterrar dinheiro na CGTP... perdão, na CP.
Imaginem lá se fosse privatizada a desgraça que seria... não era necessário enterrar mais dinheiro na CTGP... porra, CP e se calhar até modernizavam aquilo... deus nos livre disso!

comentários mais recentes
Anónimo 12.12.2017

Os comentários estão com um nível, upa upa...
É este o nível dos leitores dos Negócios? Parabéns, grandes entendidos em economia.
Miseria que aqui vai...

Anónimo 12.12.2017

O estado não injectou dinheiro nas empresas da CGPT, foi a geringonça que roubou a quem trabalha para pagar os votos aos transportadores de bandeiras e bandalheiras. Corja de gatunos.

António 12.12.2017

Neste país não faltam raríssimas.

Ciifrão 12.12.2017

As maravilhosas empresas públicas, esse Paraíso dos sindicalistas.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub