Turismo & Lazer Estrangeiros levam dormidas em Portugal a acelerar 11% em Junho

Estrangeiros levam dormidas em Portugal a acelerar 11% em Junho

As receitas totais da hotelaria aumentaram 18,3% para 350 milhões de euros no mês de Junho, um crescimento impulsionado pelos turistas estrangeiros. O mercado interno recuou 0,2%.
Estrangeiros levam dormidas em Portugal a acelerar 11% em Junho
Pedro Zenkl/Correio da Manhã
Sara Ribeiro 14 de agosto de 2017 às 11:45

No mês de Junho, os hotéis em Portugal alojaram 2,1 milhões de hóspedes, num total de 5,9 milhões de dormidas. Números que correspondem a um aumento de 8,5% e 8% face ao mesmo período do ano passado, de acordo com os dados revelados esta segunda-feira, 14 de Agosto, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

As dormidas em hotéis continuam a liderar as preferências dos turistas, tendo representado 66,8% do total, no mês de Junho, e crescido 9,7%. As pousadas registaram um aumento de 10,9%,os apartamentos turísticos de 9,4% e os aldeamentos turísticos de 9%.

Os dados do INE mostram ainda que os proveitos continuam a aumentar, tendo registado uma subida de 18,3% para 350,4 milhões de euros em Junho, em linha com o crescimento alcançado no mês anterior (+18,5%). Tendo em conta a soma dos primeiros seis meses do ano, as receitas cresceram 18,9% para 1,3 mil milhões de euros.

O número de dormidas de turistas estrangeiros impulsionou o crescimento, tendo aumentado 11,2% para 4,4 milhões, face a Junho de 2016 e 7,2% face a Maio de 2017. O mercado interno, pelo contrário, recuou 0,2% para 1,5 milhões de dormidas, interrompendo a tendência crescente que tinha registado em Maio (+3,8%).

Analisando os seis primeiros meses do ano, as dormidas de residente aumentaram 4,3% e as de não residentes aceleraram 11,6%. No primeiro semestre, o total de dormidas ultrapassou os 25 milhões (+9,6%).

Entre os principais mercados externos, o INE destaca os crescimentos apresentados em Junho pelos mercados brasileiro (+55%), americano (35%) e polaco (+19%).

Os turistas alemães também integram este grupo, tendo representado 13,6% do total de dormidas, e um aumento de 14,8% face a Junho de 2016.

O mercado britânico – que vale 25,8% das dormias de não residentes - registou um crescimento de 4,6% em Junho, enquanto as dormidas de hospedes espanhóis – 7% do total - aumentaram 3,8%.

Já o mercado francês – 9,6% do total – recuou 3,9% no mês de Junho. No entanto, tendo em conta os primeiros seis meses do ano, registou um crescimento de 4,4%.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub