Telecomunicações EUA ajudam receitas da Altice no terceiro trimestre

EUA ajudam receitas da Altice no terceiro trimestre

O grupo francês, dono da Meo, fechou o terceiro trimestre com o total dos proveitos inalterados face ao ano anterior. O EBITDA aumentou 8,3% devido às operações nos EUA.
EUA ajudam receitas da Altice no terceiro trimestre
Sara Ribeiro 10 de Novembro de 2016 às 19:38

A Altice teve receitas consolidadas de no terceiro trimestre 5,8 milhões de euros de euros, um valor praticamente idêntico ao registado no período homólogo, de acordo com o comunicado divulgado esta quinta-feira, 10 de Novembro pelo grupo francês. 

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) consolidado do grupo de Patrick Drahi cresceu 8,3% para 5,8 mil milhões, empurrado pela actividade nos EUA através da Optimum e Suddenlink. E a margem EBITDA cresceu de 36,5% para 39,2%.

A Altice USA, que agrega as operações no mercado norte-americano, registou um aumento das receitas de 3,3% para 2 mil milhões de euros.

No mercado francês, onde detém a SFR, as receitas consolidadas decresceram cerca de 2% para 2,7 mil milhões de euros e em Portugal, através da PT alcançou receitas consolidadas no valor de 577,5 milhões de euros mas que excluindo os impactos regulatórios teriam aumentado, pela primeira vez desde 2008, 1,2%, segundo a Altice.

O investimento total do grupo Altice, em todos os mercados onde está presente, aumentou cerca de 45% para 1,3 mil milhões de euros. Deste total, 407 milhões forma relacionados com a compra de direitos exclusivos de conteúdos desportivos.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub