Empresas Expansão da Sonae trava queda da dívida
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Expansão da Sonae trava queda da dívida

Expansão, internacionalização, aquisições. A Sonae está mais atrevida. “A nossa prioridade já não é baixar a dívida”, anuncia. Investiu 54 milhões de euros e teve menos lucros no primeiro trimestre.
Expansão da Sonae trava queda da dívida
A dívida do grupo já não preocupa a Sonae co-liderada por Ângelo Paupério e Paulo Azevedo.
Paulo Duarte
Rui Neves 19 de maio de 2017 às 00:01

Ainda há dois meses, aquando da apresentação das contas de 2016 da Sonae, Paulo Azevedo destacava a contínua redução da dívida líquida do grupo. Mas a dona do Continente assumiu ter entrado num novo )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 19.05.2017

Somos um país de grandes merceeiros cujos maiores clientes são os fúncios excedentários de carreira sindicalizados, injusta e insustentavelmente alavancados pela banca de retalho resgatada. E está tudo dito.

comentários mais recentes
Certo 19.05.2017

Bem, toda a gente sabe que a gestão da Choné é provínciana ao ponto de terem sido ultrapassados pelo que era o sétimo player em 1995 (JM). Mas vamos ser justos, já que funcionam a base de fiascos e dividas, neste momento é optimo para endividados!

Anónimo 19.05.2017

Somos um país de grandes merceeiros cujos maiores clientes são os fúncios excedentários de carreira sindicalizados, injusta e insustentavelmente alavancados pela banca de retalho resgatada. E está tudo dito.

Anónimo 19.05.2017

Todas duplicam a cotação assim o mercado queira! As sonaes também já duplicaram a cotação! Basta ver a evolução das cotações de há pouco tempo a esta parte!

Mota Engil 18.05.2017

A única Empresa que pode duplicar o seu valor a medio prazo é a MOTA ENGIL, tem vindo a recuperar, e já foi cotada a 6.00 euros por ação,

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub