Indústria Exportações de cortiça sobem 4% para 748 milhões até Setembro

Exportações de cortiça sobem 4% para 748 milhões até Setembro

As exportações de cortiça subiram 4% nos primeiros nove meses do ano, para 748 milhões de euros, face a igual período do ano anterior, segundo os dados da Associação Portuguesa da Cortiça (APCOR) enviados à Lusa.
Exportações de cortiça sobem 4% para 748 milhões até Setembro
Lusa 25 de novembro de 2017 às 10:09
Em maio, o presidente da APCOR referiu que o objectivo era chegar aos mil milhões de euros de exportações até ao final de 2017, "com uma aposta clara no mercado, na evolução da indústria e na proximidade com a produção".

Já no conjunto do ano 2016, o sector da cortiça atingiu 937,5 milhões de euros em exportações, um aumento de 4% face a 2015.

No período de referência, as rolhas de cortiça representaram 72% do total das exportações, enquanto os materiais de construção corresponderam a 25% do valor registado e 3% à venda de outros produtos.

Em 2016, o saldo da balança comercial (diferença entre exportações e importações) foi de 763,9 milhões de euros, tendo o sector contribuído com 7,5% para o aumento das exportações portuguesas.

França lidera os principais mercados da cortiça, detendo 19% das exportações da matéria, seguida pelos Estados Unidos (18%), Espanha (12%), Itália (10%) e Alemanha (8%).

A Associação Portuguesa da Cortiça está no mercado há 60 anos e representa 270 empresas.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar