Turismo & Lazer Faça uma pausa da vida com estas 11 extraordinárias férias prolongadas

Faça uma pausa da vida com estas 11 extraordinárias férias prolongadas

Tem algum tempo disponível… talvez um ou dois meses, ou quem sabe um ano? As suas férias tradicionais de duas semanas na praia são ofuscadas mesmo antes de começarem pelos pensamentos sombrios de voltar para o escritório? A Bloomberg dá 11 sugestões de férias prolongadas. Que não "cabem" em qualquer bolso.
Faça uma pausa da vida com estas 11 extraordinárias férias prolongadas
Bloomberg 06 de agosto de 2017 às 12:00

Bem, caso tenha tempo, temos uma boa dose de inspiração. Cada uma destas viagens tem a duração mínima de 30 dias. Aqui estão 11 ideias que prometem aumentar a sua sede por viagens.

 

O gosto por solidão (35 dias)

Se deseja fugir à civilização e não se importa que as férias sejam rodeadas de frio, esta dica é para si. Acessível durante apenas dois meses por ano, a região do mar de Ross, na Antártica, é um dos lugares mais remotos no planeta. Apenas uma mão cheia de navios turísticos fazem esta expedição por ano. E vai partilhar a paisagem, envolta em gelo, com pinguins, baleias e cientistas, em vez de multidões com câmaras.


A estadia e as refeições são feitas a bordo do "Spirit of Enderby", que transporta até 50 passageiros. E vai navegar a partir da Nova Zelândia até ao mar de Ross, onde seguirá as pisadas de alguns dos aventureiros mais conhecidos do mundo, que fizeram uma corrida ao Pólo Sul no início do século XX. Visitará cabanas de exploradores históricos , estações científicas modernas, colunas de gelo gigantes e uma vasta comunidade de pinguins que vai lembrá-lo o quão longe está do mundo moderno.

 

Informação do programa: In the wake of Ross, Amundsen & Scott, Chimu Adventures, a partir de 25.080 dólares por pessoa

 

Rota comercial (34 dias)

Vamos ser francos, Quirguistão, Uzbequistão e Turquemenistão provavelmente não estão em muitas listas de reservas. Mas as palavras "Rota da Seda" – a antiga rota comercial da China até ao Mediterrâneo – ainda podem provocar arrepios ao explorador mais experiente. A começar em Pequim, a rota atravessa um terço do globo, incluindo paragens no Tibete, nas grutas de Mogao no deserto de Gobi, no noroeste da China, e na antiga Samarcanda no Uzbequistão – uma das cidades mais antigas na Ásia Central, tão bonita que é muitas vezes chamada de "Roma do Oriente" – antes de aterrar em Istambul. Grande parte da jornada será feita de carro, com motorista privado, mas prepara-se para alguns percursos longos – a maior distância tem 454 quilómetros. Seis voos e duas viagens de comboio completam o itinerário.

 

Informação do programa: Tour da rota de seda, Pettitts Travel, a partir de 10.000 dólares por pessoa

 

Aventura em África (37 dias)

Em África caberiam confortavelmente três vezes o território dos EUA, por isso é praticamente impossível conhecer todo o continente, a menos que tenha alguns anos à disposição. No entanto, este itinerário de 37 dias é um ponto de partida e abrange Quénia, Ruanda, Malawi, Zâmbia, Botsuana, Namíbia e África do Sul. Os viajantes poderão ver o épico parque Masai Mara, visitar as Cataratas de Vitória, estar perto dos gorilas das montanhas do Ruanda e conhecer um pouco da cultura do povo San, caçador-colector, da Namíbia. A programação não é tão exigente quanto parece, porque os nove voos internos economizam muito tempo de transporte por terra.

Informação do programa: Classic African Explorer, da Wildlife Worldwide, a partir de 20.340 dólares por pessoa

 

Onde poucos foram antes (35 dias)

As hordas de mochilas ainda não se infiltraram no Butão, graças à dura regulação do turismo – todos os visitantes têm de marcar e pagar a visita antes. E entre os que chegam ao Reino dos Himalaias poucos se aventuram a ir até Lunana, no remoto noroeste. Nesta viagem de 35 dias (27 dias são de caminhada) vai passar pela terra de pastores nómadas, quedas de água e tigres raros. Vai subir montanhas com alturas superiores a 5.200 metros e passar o pico mais alto do Butão, Gangkhar Puensum – conhecida como a montanha mais alta do mundo nunca foi escalada até ao topo.


Informação do programa: Caminhada completa Lunana Snowman, Butão; Mountain Kingdoms, a partir de 9.050 dólares por pessoa.

 

Viagem 5 estrelas (32 dias)

Viajar pela América não é apenas passar por motéis duvidosos e restaurantes à beira da estrada – a não ser que se queira. Mesmo uma longa viagem pelos EUA pode ser uma experiência bem planeada, luxuosa. A All RoadsNorth traçará um itinerário e organizará estadias em lugares de topo. Recentemente esta empresa elaborou uma viagem para um cliente, com duração de 32 dias, para explorar o oeste do país, começando pela auto-estrad Beartooth, no Montana, e passando por sítios como o Grand Canyon ou o Parque Nacional de Yellowstone. A agência garantirá ainda, se for esse o desejo do cliente, a troca de veículos.


Informação do programa: Best of the West, All Roads North, a partir de 42.500 dólares para duas pessoas.

 

No topo do mundo (33 dias)

Para uma aventura escandinava abrangente, este itinerário criativo que passa pela Finlândia, Suécia, Dinamarca, Noruega, Islândia e Gronelândia, mistura trechos por estrada, viagens de comboio e cruzeiro. No total, passará oito noites no mar, onde poderá ver papagaios-do-mar e orcas no Círculo Polar Ártico, terminando em Kirkenes, uma cidade no norte da Noruega conhecida como a terra do sol da meia-noite, famosa pelas paisagens impressionantes.

 

As épicas paisagens são um dado adquirido, mas a viagem também mergulha na vida da cidade, passando por Helsínquia, Estocolmo, Copenhaga e Oslo. Uma viagem pela Islândia e três dias a fazer observação de baleias e caminhadas pela aldeia de Ilulissat, na Gronelândia, também fazem parte do itinerário.

Informação do programa: The Great North Tour, Nordic Visitor, a partir de 15.570 por pessoa.

 

O mar à direita (80 dias)

Sabemos que o está a pensar. País de Gales? (Ou, onde?) mas esta grande caminhada de 80 dias, com uma distância de 1.400 quilómetros, leva-o a alguns dos cenários mais deslumbrantes e selvagens que a Grã-Bretanha tem, muitos dos quais na região protegida do Parque Nacional.

Esta viagem percorre todo o litoral gaulês, oferecendo aos caminhantes uma amostra da era industrial do País de Gales. Tudo o que precisa de fazer é manter o mar do lado direito e seguir o caminho. O preço inclui 80 dias de estadia e pequeno-almoço em casas de hóspedes, pensões e quintas, bem como locais onde poderá fazer transferência de bagagem de forma a retirar algum peso dos ombros.


Informação do programa: Wales Coast Path, Celtic Trails, a partir de 7.450 dólares por pessoa.

 

A pedalar (87 dias)

Esta sugestão poderá ser um pouco dolorosa. Pedalar mais de 7.000 quilómetros de Xangai a Singapura é uma façanha monumental, mas será que existe uma forma melhor de ver a paisagem asiática do que montado num selim? Quando provar o seu primeiro Singapore Sling no lendário Raffles Bar de Singapura, terá pedalado pela China, Vietnam, Laos, Camboja, Tailândia e Malásia. Embora as opções de hospedagem nem sempre sejam luxuosas —passará as noites numa série de hotéis, albergues e pousadas de duas a quatro estrelas —, nesta viagem o mais importante é o caminho, o ar fresco e suar até chegar ao próximo jantar.


Informação do programa: Bamboo Road: Southeast Asia, da TDA Global Cycling, a partir de 16.500 dólares por pessoa

 

Sabor da Índia (44 dias)

A Índia continua no topo da lista de viagens de muitas pessoas, mas onde para onde ir quando se tem três milhões de quilómetros quadrados para escolher? Esta viagem de 44 dias consegue fazer um bom trabalho, ao cobrir o país, desde viagens de comboio nocturnas a riquexós, e passando por nada menos do que 15 sítios considerados Património Mundial pela Unesco. A quantidade de locais a visitar é demasiado extensa para colocar numa lista, mas passará pelo Taj Mahal, por Varanasi e Bengal, templos, praias e muito mais.


Informação do programa: A grande Aventura Indiana, Wild Frontiers, a partir de  16.690 dólares por pessoa.

 

Delícia floral (41 dias)

Se sobre de febre do feno, esta viagem pode não ser indicada. Deixando para trás os mercados de flores lendários de Amesterdão, vai passar as próximas seis semanas a conhecer alguns dos jardins mais incríveis que a Europa tem para oferecer. Parte da viagem – 21 dias – será passada em três barcos. A viagem – que conta um guia especialista em botânica – inclui a visita ao jardim Monet, em Giverny, a Madeira, o festival belga Floralia e o palácio e jardins de Alhambra, em Espanha.


Informação do programa: Botanica World Discoveries, a partir de 30.100 de dólares

 

A grande viagem (um ano)

Poucas viagens realmente merecem o título de algo que acontece "uma vez na vida" — mas esta sem dúvida é única. Um ano inteiro a viajar pelo mundo de avião, ficando em alguns dos melhores hotéis e retiros do planeta e colocando o corpo e a mente em forma. Esta viagem inclui 20 países, onde fará tratamentos terapêuticos, exercício físico e desporto sob a orientação de uma série de especialistas em bem-estar. Passará por um campo de treino e desintoxicação em Portugal, por um spa e safari de luxo na África do Sul, por práticas de Ayurveda e meditação nos Himalaias e por discussões filosóficas no Caribe. Aulas de culinária no Sudeste Asiático, caminhadas na Nova Zelândia e mergulhos na Grande Barreira de Coral são algumas das actividades que garantem o clima de férias. Só precisa pedir um pouco mais de tempo de férias ao seu chefe. E talvez também um aumento.

 

Informação do programa: Ultimate Luxury Around The World Wellness Trip, da Health and Fitness Travel, a partir de 199.790 dólares, inclui voos na classe executiva

(Texto original: 
Take a Break From Life With These 11 Amazing Extended Vacations)

 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 07.08.2017

Conquistar o Sonho de FALAR INGLÊS é mais simples do que se imagina! Você só precisa de um método! De um caminho que te leve ao seu objetivo de FALAR INGLÊS! Existe um método (http://bit.ly/2sXQbcP) que te ajuda a fazer isso em 8 SEMANAS! Um método de aprendizagem acelerada, usado por grandes person

País de CALÕES 07.08.2017

Ferias prolongadas? Trabalhem preguiçosos, que povo calão.

bazanga 06.08.2017

Totalmente ao alcance da classe mérdia portuguesa.

pub
pub
pub
pub