Empresas Fernando Gomes lamenta morte de Belmiro Azevedo como perda de um "exemplo" para o país

Fernando Gomes lamenta morte de Belmiro Azevedo como perda de um "exemplo" para o país

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, manifestou hoje o seu "grande pesar" pelo falecimento do empresário Belmiro de Azevedo, lamentando a perda de um "exemplo" para o país.
Fernando Gomes lamenta morte de Belmiro Azevedo como perda de um "exemplo" para o país
Miguel Baltazar
Lusa 29 de novembro de 2017 às 18:43
"É na verdade a perda de um Homem inigualável, um lutador, com um percurso de vida fantástico, nobre e de grande exemplo para todos nós, com vastos conhecimentos e experiências que enriqueciam quem com ele tinha o privilégio de conviver", disse o dirigente, citado no site da FPF.

Na mensagem de pesar, Fernando Gomes testemunha "profunda admiração pessoal pelo seu empreendedorismo e pela sua visão de uma sociedade mais justa e desenvolvida".

"O seu legado empresarial, a sua responsabilidade social e a sua filantropia, estou certo, serão motivos de orgulho para todo o país", completou, assumindo o seu "grande pesar" num "momento difícil e de dor".

Fernando Gomes lamenta ainda o desaparecimento de "um parceiro comercial duradouro, exigente, imaginativo, leal e entusiástico que muito contribuiu para o desenvolvimento do futebol português".

A FPF recorda o percurso académico e empresarial de Belmiro de Azevedo até se tornar um parceiro/patrocinador da federação, bem como distinções civis e políticas.

O empresário Belmiro de Azevedo morreu hoje aos 79 anos, depois de décadas ligado à Sonae, onde chegou há mais de 50 anos e que transformou num império com negócios em várias áreas e extensa actividade internacional.

O velório do empresário realiza-se hoje na Paróquia de Cristo Rei, no Porto, a partir das 20:00, comunicou o Grupo Sonae em comunicado.

A missa de corpo presente decorrerá no mesmo local, na quinta-feira, às 16:00, seguida de uma cerimónia fúnebre reservada à família.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Rendidos sem coluna vertebral Há 2 semanas

É só bajulice.

pub