Aviação Fernando Pinto reafirma necessidade de se criar alternativa ao aeroporto de Lisboa

Fernando Pinto reafirma necessidade de se criar alternativa ao aeroporto de Lisboa

"Estamos a chegar a 99% da utilização das 'slots' [autorização para aterragem e descolagem] e assim fica muito difícil o crescimento", afirmou o presidente da TAP.
A carregar o vídeo ...
Lusa 14 de fevereiro de 2017 às 13:50
O presidente da TAP, Fernando Pinto, reafirmou esta terça-feira, 14 de Fevereiro, a necessidade de uma alternativa ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, por se estar a esgotar a capacidade das 'slots' e para garantir que a companhia aérea continuará a crescer.

À margem de uma conferência do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), em Lisboa, Fernando Pinto lembrou que a operação da TAP cresceu 26% em janeiro numa comparação homóloga, "mas é impossível manter um ritmo próximo deste nos próximos um a dois anos, por isso, efetivamente, tem de se ter uma solução".

"Estamos a chegar a 99% da utilização das 'slots' [autorização para aterragem e descolagem] e assim fica muito difícil o crescimento", acrescentou ainda o presidente da TAP.

Está previsto para esta quarta-feira a assinatura de um memorando entre a Ana Aeroportos de Portugal, gerida pela VINCI Airports, e o Governo, no qual "se compromete a estudar aprofundadamente a solução Montijo para aumentar a capacidade do Aeroporto Humberto Delgado", segundo a empresa.



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 14.02.2017

ESTE TIPO AINDA ANDA POR AQUI? Desaparece vigaro.

COMO É POSSÍVEL ESTE GAJO NÃO TER SIDO PRESO ? 14.02.2017

Não posso crer !
Não era suposto este figurão ter sido julgado, preso e obrigado a ressarcir a TAP, pelos elevados prejuizos q lhe causou, com o seu apadrinhamento para a compra da subsidiária brasileira da TAP, q esteve na origem dos vultuosos prejuizos q a transportadora registou, ano após ano ?

Anónimo 14.02.2017

Portugal é um país de atrasados. Existem á volta de Lisboa cerca de 4 aeroportos e ninguém resolve a situação de mais gente na cidade.

pub
pub
pub
pub